clique para ir para a página principal

Omega compra parque eólico na Bahia e anuncia oferta de ações que pode levantar até R$ 877 milhões

Atualizado em -

Omega compra parque eólico na Bahia e anuncia oferta de ações que pode levantar até R$ 877 milhões Freepik
► O que é uma IPO e como posso avaliar uma oportunidade?► Qualicorp anuncia parceria comercial com Notre Dame e dispara na bolsa► O que é bookbuilding e quando é utilizado?

Em fato relevante divulgado neste domingo, a Omega Geração (OMGE3) anunciou que seu Conselho de Administração autorizou a realização de uma oferta pública primária de ações ordinárias com esforços restritos. No total, serão colocadas à venda 17,3 milhões de papéis, mas com a possibilidade de um lote adicional de seis milhões de ações.

A oferta terá como coordenador o banco Itaú BBA e será feita no Brasil e nos Estados Unidos.

O preço por ação será definido em procedimento de "bookbuilding". Se usado como parâmetro a cotação na B3 na sexta passada (21), no valor de R$ 37,42 por ação ordinária, a oferta poderia captar em torno de R$ 650 milhões. Ou até R$ 877 milhões, caso inclua o lote adicional de ações.

A Omega também comunicou a realização de um acordo vinculante para aquisição de uma fatia de 50% em parques eólicos da francesa EDF Renewables na Bahia, incluindo negociações para uma possível compra de novos projetos.

Incluindo dívidas, o negócio foi avaliado em R$ 661,7 milhões e totaliza 182,6 megawatts em capacidade dos complexos de Ventos instalados nos municípios de Bonito e Mulungu do Morro, na Bahia.

No dia 30 de julho, a empresa divulgou outro fato relevante anunciando que adquiriu duas empresas de geração eólica da Eletrobras localizadas no Rio Grande do Sul. A nova oferta de ações visa melhorar a liquidez da companhia e garantir a disponibilidade de recursos para a execução das transações anunciadas recentemente e possíveis futuras oportunidades.

Atualmente a Omega possui usinas solares, eólicas e pequenas hidrelétricas com capacidade de gerar cerca de 1,19 gigawatt. Com a conclusão da compra das usinas da Eletrobras, até o final do ano, aumentará sua capacidade para 1,7 gigawatt.

Somada ainda a compra anunciada neste domingo, dos parques eólicos na Bahia, a companhia chega próximo de 1,8 gigawatt. Com a perspectiva para o fechamento de novos negócios até o final do ano a empresa poderá somar uma produção maior do que 2 gigawatts de energia.

Relacionados:

► O que é uma IPO e como posso avaliar uma oportunidade?► Qualicorp anuncia parceria comercial com Notre Dame e dispara na bolsa► O que é bookbuilding e quando é utilizado?

Leia mais: