clique para ir para a página principal

Ibovespa fecha em alta de 1,51%; dólar cai 3,5% em dois dias refletindo ajuste na política do Fed

Atualizado em -

Ibovespa fecha em alta de 1,51%; dólar cai 3,5% em dois dias refletindo ajuste na política do Fed Foto: Freepik
► Desemprego subiu em 11 estados no segundo trimestre, aponta IBGE► Trump aceita formalmente indicação para reeleição; mercados operam sem direção definida► Confiança do setor de serviços sobe; IPG-M avança 2,74% em agosto

O índice brasileiro encerrou o dia em alta de 1,51% aos 102.142 pontos após notícia de que Bolsonaro convocou líderes para uma reunião na próxima terça-feira para apresentar a nova proposta, que deve vir junto com a prorrogação do auxílio emergencial.

Uma fonte ouvida pela Bloomberg disse que Paulo Guedes vem alertando Bolsonaro sobre os riscos em abandonar a austeridade fiscal e os dois, a princípio concordam com a ideia. O ministro da Economia não sairia do governo enquanto este ponto estiver em entendimento.

As bolsas mundiais seguiram animadas com a nova diretriz de política monetária do Federal Reserve anunciada, com efeitos principalmente no câmbio. No entanto, no Japão, o índice Nikkei caiu forte com a renúncia do primeiro ministro decidiu sair por motivos de saúde.

Enquanto isso, o dólar comercial registra queda de -2,93% a R$ 5,4127 na compra e a R$ 5,4156 na venda.

Maiores altas

  • Cyrela (CYRE3) +7,98% R$ 25,44
  • EcoRodovias (ECOR3) +5,51% R$ 13,40
  • Rumo (RAIL3) +5,15% R$ 23,70

Maiores baixas

  • Braskem (BRKM5) -1,17% R$ 21,97
  • Marfrig (MRFG3) -1,06% R$ 17,68
  • IRB (IRBR3) -1,05% R$ 7,54

Relacionados:

► Desemprego subiu em 11 estados no segundo trimestre, aponta IBGE► Trump aceita formalmente indicação para reeleição; mercados operam sem direção definida► Confiança do setor de serviços sobe; IPG-M avança 2,74% em agosto

Leia mais: