clique para ir para a página principal

Na pandemia, e-commerce registra maior faturamento em 20 anos

Atualizado em -

Na pandemia, e-commerce registra maior faturamento em 20 anos Foto: Freepik
► Fidelity anuncia fundo Bitcoin para investimentos acima de US$ 100 mil► Yduqs tem prejuízo de R$ 79,5 milhões no trimestre; ações na B3 despencam

A pandemia do coronavírus, que obrigou empresários a fecharem suas lojas físicas e colocou milhões de brasileiros em isolamento social, trouxe resultados positivos para um setor específico: o e-commerce brasileiro.

Com a impossibilidade de sair de casa durante um período, os consumidores foram em busca das compras virtuais e fizeram o e-commerce apresenta alta de 47% no faturamento no primeiro semestre deste ano, o maior crescimento em 20 anos.

Os dados foram divulgados na 42ª edição do Webshoppers, elaborado pela Ebit|Nielsen, em parceria com a Elo, e mostram que o número de pedidos teve alta de 39% no semestre, na comparação com o mesmo semestre de 2019. Já as vendas aumentaram 47%, para R$ 38,8 bilhões, no mesmo período.

text

Entre os segmentos analisados, o setor de Construção e Ferramentas teve variação de 111% no número de pedidos no primeiro semestre deste ano em comparação com o mesmo período de 2019. A variação do faturamento desse setor foi de 100%. Entre os destaques negativos, o segmento de Automotivos teve variação de -54% nos pedidos e de -52% no faturamento no semestre.

Segundo o estudo, as datas comemorativas geraram expansão nas vendas online, mesmo em meio à pandemia.

text

Relacionados:

► Fidelity anuncia fundo Bitcoin para investimentos acima de US$ 100 mil► Yduqs tem prejuízo de R$ 79,5 milhões no trimestre; ações na B3 despencam

Leia mais: