clique para ir para a página principal

Rumo antecipa R$5,1 bilhões por outorga de concessões ferroviárias

Atualizado em -

Rumo antecipa R$5,1 bilhões por outorga de concessões ferroviárias Foto: Freepik
► Raia Drogasil aprova desdobramento de ações em assembleia geral► Ministério da Economia divulga lista dos setores mais afetados pela Covid-19 no Brasil

A empresa Rumo anunciou nesta terça-feira (15) o pagamento antecipado de R$5,1 bilhões referentes à outorga de concessões ferroviárias de suas subsidiárias Malha Paulista e Rumo Malha Central.

A antecipação das parcelas é um um sinal positivo para o governo e, em evento nesta terça, o ministro da Infaestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, afirmou que a decisão da Rumo mostra que a empresa confia no projeto de ferrovias. “Empresa nenhuma faria isso sem confiar no projeto”, disse o ministro.

Pela subsidiária Malha Paulista, a empresa vai quitar 70 parcelas trimestrais, sendo a primeira com vencimento em 05 de dezembro deste ano e a última em 05 de março de 2038, totalizando pouco mais de R$ 2,8 bi.

A Rumo Malha Central vai liquidar de forma antecipada 59 parcelas, com vencimentos entre 05 de novembro deste ano e 05 de maio de 2035, equivalentes a mais de R$ 2,2 bi.

Resultados

A Rumo reportou um lucro líquido de R$ 405 milhões no segundo trimestre de 2020, um aumento de 118% na comparação com o mesmo período de 2019. O principal impacto para o resultado veio do aumento de 13,9% no volume transportado no trimestre na comparação anual, para 16,4 bilhões de TKU (tonelada quilômetro útil). O avanço refletiu a alta demanda por transporte e a safra recorde de soja.

Relacionados:

► Raia Drogasil aprova desdobramento de ações em assembleia geral► Ministério da Economia divulga lista dos setores mais afetados pela Covid-19 no Brasil

Leia mais: