clique para ir para a página principal

BNDESPar realiza oferta de 150 milhões de ações da Suzano

Atualizado em -

BNDESPar realiza oferta de 150 milhões de ações da Suzano
► O que é bookbuilding e quando é utilizado?► Azul pode abrir mão do pacote de socorro do BNDES, diz presidente da companhia

Em fato relevante divulgado nesta sexta-feira (18), a Suzano (SUZB3) informou que o BNDESPar - braço de participações do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) - está realizando uma oferta pública secundária de 150,217 milhões de ações da companhia sob sua titularidade. Considerando o preço do papel no fechamento do pregão de hoje, de R$ 50,05, a oferta pode movimentar R$ 7,5 bilhões.

A oferta será realizada simultaneamente no Brasil, em mercado de balcão não organizado, e no exterior, sob a forma de American Depositary Shares (ADS), em oferta registrada na Securities and Exchange Commission dos Estados Unidos da América (SEC).

O JPMorgan, Bank of America Merrill Lynch, Bradesco BBI, Itaú BBA e XP Investimentos são os coordenadores da oferta brasileira. O Morgan Securities LLC, BofA Securities, Bradesco BBI, Itaú BBA USA Securities e XP Investments ficaram encarregados da coordenação da oferta internacional.

A oferta deve ser precificada em 1º de outubro após coleta de intenções de investimento com investidores institucionais, em processo de bookbuilding. A data estimada da oferta é 2 de outubro, com início das negociações na B3 no dia 5, e liquidação em 6 de outubro. e o anúncio de encerramento tem data limite em 2 de abril de 2021.

Resultados

Em agosto, a Suzano informou seus resultados no segundo trimestre de 2020. A empresa apresentou um prejuízo líquido de R$ 2,1 bilhões, contra lucro líquido de R$ 699,8 milhões em relação ao mesmo período do ano anterior.

O Ebitda da Suzano atingiu R$ 4,2 bilhões no 2t20, apresentando crescimento de 35% na comparação com o 2t19.

Relacionados:

► O que é bookbuilding e quando é utilizado?► Azul pode abrir mão do pacote de socorro do BNDES, diz presidente da companhia

Leia mais: