clique para ir para a página principal

Mercados operam em queda com aumento de Covid na Europa e suspeitas sobre instituições financeiras

Atualizado em -

Mercados operam em queda com aumento de Covid na Europa e suspeitas sobre instituições financeiras Foto: Getty Images
► B3 informa alteração no tamanho do Lote-padrão de BDRs e ETFs► Mercado pet chega à bolsa e atrai interesse de investidores

O Ibovespa encerrou o último pregão da semana em queda, variação -1,81%, cotado a 98.290 pontos e encerrou a semana próximo da estabilidade, com queda de 0,08%.

Na manhã de hoje, os mercados operam em queda (S&P 500 futuro -1,97% e Europa -2,7%%), refletindo o aumento no número de casos de coronavirus na Europa e também as acusações de que grandes instituições financeiras transferiram grandes quantias de origem ilícita para contas obscuras e redes criminosas. Documentos secretos do governo dos Estados Unidos revelam que instituições como o JPMorgan Chase, o HSBC e outros grandes bancos se envolveram no esquema criminoso. Estima-se que cerca de US$2 trilhões fizeram parte das transações entre 1999 e 2017.

Além disso, o falecimento da mais antiga juíza da Suprema Corte dos EUA, Ruth Ginsberg, poderia dificultar ainda mais as negociações entre democratas e republicanos no Congresso. Isso porque os juízes do colegiado são nomeados de forma vitalícia, abrindo uma nova vaga a ser preenchida. O presidente americano, Donald Trump, deve anunciar algum candidato ainda nesta semana, mas com apenas 43 dias até as eleições, é possível que não haja tempo para que a indicação seja confirmada no senado.

Cenário nacional

No Brasil, destaque para os sinais de dificuldade por parte do Tesouro Nacional de financiar a dívida pública brasileira. Técnicos do governo relatam que está cada vez mais difícil colocar papeis com vencimentos longos no mercado para cobrir o rombo fiscal e refinanciar a dívida. Na agenda de indicadores locais da semana, ressalta-se o IPCA-15, a ata do Copom e o relatório trimestral de inflação e de dados de arrecadação federal referentes ao mês de agosto.

Corporativo

No cenário corporativo, a Suzano informou que o BNDES Participações está realizando uma oferta pública de distribuição secundária de até 150.217.425 ações ordinárias da companhia. Considerando o preço no fechamento do pregão de sexta-feira, a oferta pode movimentar R$ 7,5 bilhões.

Entre as commodities, os contratos futuros do minério de ferro recuaram 2,88% na bolsa de Dalian, enquanto o petróleo Brent opera em queda de 2,09%, cotado a US$ 42,28.

Relacionados:

► B3 informa alteração no tamanho do Lote-padrão de BDRs e ETFs► Mercado pet chega à bolsa e atrai interesse de investidores

Leia mais: