clique para ir para a página principal

Banco Central vê alta da inflação e indica que taxa Selic não deve subir

Atualizado em -

Banco Central vê alta da inflação e indica que taxa Selic não deve subir Foto: Divulgação | BC
► TST reajusta salários e determina fim da greve dos Correios ► Como a Taxa Selic funciona?

O Ibovespa iniciou a semana no campo negativo, variação -1,32%, cotado a 96.991 pontos, acompanhando o pessimismo global com o aumento do número de casos de coronavírus e a possibilidade de novos lockdowns.

Outro assunto que contribuiu negativamente para os mercados ontem foram as notícias de que diversas instituições financeiras movimentaram cerca de US$ 2 trilhões em operações suspeitas entre 1997 e 2017.

Na manhã de hoje, o índice S&P 500 futuro indica leve alta de 0,16% e as bolsas europeias operam em alta de 0,41%. Para o dia, são aguardados os depoimentos do secretário do Tesouro dos EUA, Steven Mnuchin, e do presidente do Federal Reserve, Jerome Powell sobre o estado da economia.

Cenário Nacional

No cenário doméstico, repercute a divulgação da ata do Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central. No documento, o Banco Central indicou que a taxa Selic (atualmente em 2%) não deve subir e que considera adequado manter a chamada prescrição futura como instrumento de política monetária adicional. Além disso, o Bacen vê uma alta na inflação ao consumidor no curto prazo devido ao aumento nos preços dos alimentos e com a volta do funcionamento da economia. No entanto o comitê considera que as expectativas encontram-se significativamente abaixo da meta de inflação para o horizonte relevante de política monetária.

Corporativo

No cenário corporativo, a B3 aprovou pagamento de juros sobre capital próprio de R$ 0,14 por ação e também R$ 0,64 por ação na forma de dividendos. Os pagamento serão feitos em 07 de outubro e têm como base a posição acionário de 24 de setembro de 2020.

Entre as commodities, os contratos futuros do minério de ferro tiveram nova queda expressiva de 2,03% em Dalian, enquanto o petróleo Brent opera em alta de 1,18%, cotado a US$ 41,93.

Relacionados:

► TST reajusta salários e determina fim da greve dos Correios ► Como a Taxa Selic funciona?

Leia mais: