clique para ir para a página principal

Banco Central melhora projeção para o PIB de 2020

Atualizado em -

Banco Central melhora projeção para o PIB de 2020 Foto: Marcello Casal Jr. | Agência Brasil
► Presidente da Itaúsa diz que holding pode anunciar investimentos em setores diversificados► Com pressão de alimentos, prévia da inflação de setembro tem maior alta para o mês desde 2012

O Banco Central revisou a projeção para o Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro de 2020 e agora estima uma queda de 5% no ano, menor do que os 6,4% previstos na projeção anterior, divulgada em junho.

Com a retomada de setores como o comércio e a produção, a expectativa melhorou, embora a pandemia do coronavírus ainda afete a economia diretamente.

"A recomposição da renda e os demais programas do governo vêm permitindo que a economia brasileira se recupere relativamente mais rápido que a dos demais países emergentes", aponta o Relatório Trimestral de Inflação divulgado nesta quinta-feira (24).

A projeção do Banco Central é um pouco menos otimista do que a do Ministério da Economia, que prevê tombo de 4,7% do PIB em 2020.

PIB do agronegócio cresceu 5,26% no semestre

Estudo divulgado nesta quarta-feira (23) pela CNA/Cepea aponta que o PIB do agronegócio cresceu 5,26% no primeiro semestre de 2020 na comparação com o mesmo período do ano passado. Em destaque, o levantamento mostra que os segmentos de serviços e insumos tiveram altas de 4,76% e 1,69%, respectivamente.

O único setor com queda no período foi a agroindústria, que registrou recuo de 0,76%, e é o segmento mais afetado pela pandemia.

Relacionados:

► Presidente da Itaúsa diz que holding pode anunciar investimentos em setores diversificados► Com pressão de alimentos, prévia da inflação de setembro tem maior alta para o mês desde 2012

Leia mais: