clique para ir para a página principal

Com promessa de não ultrapassar teto de gastos, governo prepara programa social Renda Cidadã

Atualizado em -

Com promessa de não ultrapassar teto de gastos, governo prepara programa social Renda Cidadã Foto: Deposit Photos
► Bolsonaro afirma que "está proibido" falar de Renda Brasil em seu governo► Ricardo Barros diz que alternativa para desoneração da folha ainda não está pronta

Depois de enfrentar resistências com o Renda Brasil, o governo federal se prepara para apresentar um novo programa que substituirá o Bolsa Família: o Renda Cidadã.

O novo programa social já teria sido validado pelo presidente Jair Bolsonaro e, durante o final de semana, o líder do governo na Câmara, Ricardo Barros (PP-PR), fez reuniões para tratar do assunto. A proposta deve ser apresentada nesta segunda-feira (28) aos líderes do Congresso e, embora não tenha dado detalhes do programa, a equipe de governo garante que não haverá descumprimento do teto de gastos.

“Não se aumenta a carga tributária, nem se ultrapassa o teto de gastos”, garantiu o líder do governo no Congresso, senador Eduardo Gomes (MDB-TO).

A ideia do Renda Cidadã surge depois das polêmicas envolvendo o Renda Brasil. Como o M1M mostrou aqui, o presidente Jair Bolsonaro se irritou com insinuações de que uma das alternativas para viabilizar o Renda Brasil seria desvincular aposentadoria e pensões do salário mínimo e congelar os benefícios por dois anos. Em vídeo, Bolsonaro afirmou que "está proibido" falar de Renda Brasil em seu governo.

Após o mal estar, a equipe econômica se debruçou sobre uma nova proposta, com novo nome, mas ainda terá o desafio de encaixar o programa no Orçamento, fortemente atingido pelas medidas adotadas para lidar com a pandemia do coronavírus.

Relacionados:

► Bolsonaro afirma que "está proibido" falar de Renda Brasil em seu governo► Ricardo Barros diz que alternativa para desoneração da folha ainda não está pronta

Leia mais: