clique para ir para a página principal

CVC registra prejuízo de R$1,15 bi; Ibovespa encerra mês com pior performance desde março

Atualizado em -

CVC registra prejuízo de R$1,15 bi; Ibovespa encerra mês com pior performance desde março Foto: Divulgação | Ana Guedelha
► Desemprego sobe, atinge 13,1 milhões de pessoas e chega a nível recorde► Guedes afirma que governo não usará dinheiro de precatórios para financiar o Renda Cidadã

O Ibovespa encerrou o último pregão do mês de setembro no campo positivo, variação +1,09%, cotado a 94.603 pontos. Apesar do dia positivo da véspera, o principal índice brasileiro encerrou o mês com queda acumulada de -4,8%, a pior performance mensal desde março. Na manhã de hoje, o índice S&P 500 futuro indica alta de 0,85%, em meio as expectativas de liberação de um novo pacote de estímulos nos Estados Unidos. As bolsas europeias sobem 0,45%.

Brasil

No cenário doméstico, repercute a fala do ministro Paulo Guedes que se opôs à proposta apresentada pelo governo na segunda-feira de usar recursos destinados a precatórios para custear o Renda Cidadã. Já os dados do mercado de trabalho também divulgados ontem (PNAD Contínua e Caged) trouxeram leituras mistas. A taxa de desemprego medida pela PNAD passou de 13,3% no segundo trimestre, enquanto o Caged apontou para uma abertura de 249 mil vagas com carteira assinada em agosto.

Corporativo

No cenário corporativo, a CVC divulgou, com atraso, os resultados do primeiro trimestre, com prejuízo líquido de R$ 1,15 bilhão, ante um lucro de R$ 46 milhões, no mesmo período do ano anterior.

Entre as commodities, o petróleo Brent opera em queda de 1,49%, cotado a US$ 41,67 e não houve negociação dos contratos futuros do minério de ferro devido a um feriado local na China.

Relacionados:

► Desemprego sobe, atinge 13,1 milhões de pessoas e chega a nível recorde► Guedes afirma que governo não usará dinheiro de precatórios para financiar o Renda Cidadã

Leia mais: