clique para ir para a página principal

Camil aumenta lucro líquido em 245% no segundo trimestre de 2020

Atualizado em -

Camil aumenta lucro líquido em 245% no segundo trimestre de 2020 Foto: Divulgação | Internet
► Magazine Luiza aprova desdobramento de ações na proporção de 1 para 4; ações sobem► Totvs prorroga validade de proposta pela Linx e critica postura de conselheiros

Mesmo em meio à crise econômica vivida pelo país com o início da pandemia de coronavírus em março deste ano, a Camil (CAML3) registrou bons resultados no segundo trimestre do ano.

Segundo os dados divulgados pela empresa nesta quinta-feira (08), o lucro líquido alcançado entre os meses de abril e junho foi de R$138,6 milhões, um aumento de 245,6% em relação ao mesmo período de 2019. Quando comparado com o trimestre anterior, o crescimento do lucro líquido foi de 26,7%.

No documento de demonstração de resultados, a Camil cita a pandemia e o aumento do valor do arroz para ressaltar a estratégia adotada pela marca que permitiu o aumento no lucro.

Marcado pelo alto volume de vendas, nos deparamos no segundo trimestre com o cenário de aumento substancial do custo da matéria-prima, principalmente em arroz no Brasil, que finalizou o trimestre em patamares próximos de R$95 reais/saca. O efeito da Covid-19 no Brasil gerou desvalorização cambial, que impulsionou as exportações de arroz do Brasil no primeiro semestre desse ano e, consequentemente, gerou a subida de preços do mercado interno. Adicionalmente observamos continuidade do crescimento de demanda de consumo no período, o que nos exigiu agilidade e foco na garantia da produção, a fim de atender a demanda do período e nos certificarmos que não faltaria alimento na mesa dos brasileiros.

text

Fonte: Camil

Debêntures

Como o M1M mostrou aqui, o Conselho de Administração da Camil aprovou a emissão de R$ 350 milhões em debêntures que serão destinados exclusivamente para a aquisição de arroz "in natura" e para reforço de caixa da companhia.

Ações

No fechamento de mercado desta quinta (08), antes da divulgação dos resultados da Camil no segundo trimestre, as ações fecharam a R$13,92, com variação de +1,6%.

Relacionados:

► Magazine Luiza aprova desdobramento de ações na proporção de 1 para 4; ações sobem► Totvs prorroga validade de proposta pela Linx e critica postura de conselheiros

Leia mais: