clique para ir para a página principal

Custos da construção civil sobem e atingem maior patamar desde 2013

Atualizado em -

Custos da construção civil sobem e atingem maior patamar desde 2013 Foto: Freepik
► Totvs prorroga validade de proposta pela Linx e critica postura de conselheiros ► Camil aumenta lucro líquido em 245% no segundo trimestre de 2020

A construção civil ficou mais cara em setembro, segundo aponta o IBGE nesta sexta-feira (09). O Índice Nacional da Construção Civil (Sinapi) subiu 1,44% em setembro, maior taxa desde julho de 2013, e 0,56 ponto percentual acima do que foi registrado em agosto (0,88%).

No ano, o Sinapi acumula alta de 4,34%. Considerando os últimos 12 meses, a taxa soma 4,89%, resultado acima dos 3,78% registrados nos doze meses imediatamente anteriores.

“Estamos atingindo três meses seguidos - fechando o terceiro trimestre -, com altas sucessivas da parcela dos materiais, que estão sendo impactantes na variação do índice nacional", afirma Augusto Oliveira, gerente da pesquisa.

Na análise por regiões, o Norte teve a maior variação regional, com 1,81%. Em seguida, aparecem o Nordeste (1,62%), o Sudeste (1,33%), o Sul (1,06%) e, por último, o Centro-Oeste (1,52%).

Um dos grandes destaque do mês foi o Sergipe, que teve os custos da mão de obra estáveis, mas registrou alta de 5,27% na parcela de materiais.

Relacionados:

► Totvs prorroga validade de proposta pela Linx e critica postura de conselheiros ► Camil aumenta lucro líquido em 245% no segundo trimestre de 2020

Leia mais: