clique para ir para a página principal

Natura precifica ação em R$ 46,25 para oferta primária e deve captar R$ 5,6 bilhões

Atualizado em -

Natura precifica ação em R$ 46,25 para oferta primária e deve captar R$ 5,6 bilhões Foto: Natura/Divulgação
► O que é bookbuilding e quando é utilizado?► Linx informa que analisará nova oferta da Totvs

Em comunicado ao mercado nesta sexta-feira (9), a Natura &Co (NTCO3), holding das marcas Natura, Avon, The Body Shop e Aesop, informou que concluiu o procedimento de bookbuilding, fixando o preço de R$ 46,25 por ação em sua oferta global de R$ 5,6 bilhões.

De acordo com o documento entregue à Comissão de Valores Mobiliários (CVM), a oferta envolverá a emissão de 121,4 milhões de ações, inclusive sob a forma de ADSs (American Depositary Shares). Os papéis passarão a ser negociados na B3 (B3SA3) na próxima terça-feira (13) e a liquidação da operação ocorrerá um dia depois.

Devido à oferta global, o novo capital social da varejista passará a ser de R$ 12.586.978.409,83, dividido em 1.375.018.140 ações ordinárias, todas nominativas, escriturais e sem valor nominal.

Agora, a Natura&Co terá aporte financeiro para tentar recuperar a marca Avon, tendo como alvo específico a dívida que vence em 2022 para eliminar covenants restritivos.

As ações da holding fecharam em queda de 0,043% a R$ 46,98 no pregão da B3 desta sexta-feira.

Resultados

Em agosto, a Natura&Co registrou prejuízo líquido de R$ 338,5 milhões atribuído aos controladores no segundo trimestre deste ano, ante lucro de R$ 54,3 milhões no mesmo período de 2019. A empresa teve ainda geração de caixa medida pelo Ebtida (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) de R$ 652 milhões, queda de 25,4% no comparativo anual.

Relacionados:

► O que é bookbuilding e quando é utilizado?► Linx informa que analisará nova oferta da Totvs

Leia mais: