clique para ir para a página principal

G20 diz ser preciso controlar coronavírus e prorroga moratória da dívida dos países mais pobres

Atualizado em -

G20 diz ser preciso controlar coronavírus e prorroga moratória da dívida dos países mais pobres Foto: Dylan Martinez/Reuters
► Banco Mundial aprova auxílio de US$12 bi contra Covid; Rússia registra segunda vacina► Medo do desemprego cai em setembro e satisfação com a vida permanece estável

Em comunicado divulgado nesta quarta-feira (14), os ministros das Finanças e presidentes de bancos centrais das 20 maiores economias do mundo destacaram a importância e a necessidade urgente de controlar a propagação da pandemia provocada pelo novo coronavírus. Eles prometeram "fazer o que for preciso" para apoiar a economia e a estabilidade financeira globais.

Uma das medidas anunciadas será a extensão de seis meses da moratória sobre a dívida dos países mais pobres, duramente atingidos pela pandemia da Covid-19. O chamado ''Debt Service Suspension Initiative (DSSI)'', busca evitar calotes em massa e mais instabilidade na cena financeira global.

Segundo o Banco Mundial, entre os países elegíveis pelo DSSI, a dívida externa aumentou 9,5% em 2019, totalizando US$ 744 bilhões mesmo antes da pandemia.

Banco Mundial contra a Covid-19

Ontem, o conselho executivo do Banco Mundial aprovou a destinação de US$ 12 bilhões em novos fundos para países em desenvolvimento com o propósito de financiar a compra e distribuição de vacinas para Covid-19, além de tratamentos e testes.

O banco informou também que o programa de financiamento incluirá apoio técnico aos países destinatários para que possam se preparar para a distribuição de vacinas em larga escala. De acordo com uma nota da instituição, a medida visa "apoiar a vacinação de até 1 bilhão de pessoas".

Relacionados:

► Banco Mundial aprova auxílio de US$12 bi contra Covid; Rússia registra segunda vacina► Medo do desemprego cai em setembro e satisfação com a vida permanece estável

Leia mais: