clique para ir para a página principal

Nova onda de Covid-19 na Europa e dúvidas sobre estímulo à economia americana deixam mercados apreensivos

Atualizado em -

Nova onda de Covid-19 na Europa e dúvidas sobre estímulo à economia americana deixam mercados apreensivos Pixabay
► EUA criam 1,3 milhão de vagas de emprego em agosto; mercados operam de forma mista► Natura & Co fará oferta global de ações para levantar mais de R$6 bilhões

Os mercados abriram a semana em queda (S&P 500 futuro -1%, Europa -1,05%) em razão do aumento do número de casos de coronavírus na Europa e do impasse em relação ao pacote de estímulos nos Estados Unidos. O Ibovespa encerrou a sexta-feira (23) em realização, variação -0,65%, cotado a 101.260 pontos.

Apenas ontem, foram registrados mais de 60 mil novos casos da doença nos Estados Unidos e a Itália e a Espanha anunciaram medidas de restrição para combater a segunda onda de propagação do vírus. Em relação ao pacote de estímulos, a presidente da Câmara, Nancy Pelosi, e o chefe de gabinete do governo Trump, Mark Meadows, se acusaram mutuamente de dificultar a aprovação de um novo pacote de estímulos.

Entre as commodities, os contratos futuros do minério de ferro negociados na bolsa de Dalian fecharam em baixa de 3,31%, enquanto o petróleo Brent opera em queda de 2,26%, cotado a US$ 41,12. No cenário corporativo, as ações da Track & Field estreiam hoje na B3. O IPO saiu a R$ 9,25 por ação, abaixo da faixa indicativa de R$ 10,65 a R$ 14,95.

Boletim Focus

Os agentes do mercado aumentam de 2,50% para 2,75% a estimativa para a Selic em 2021. Para a Selic neste ano, a projeção foi mantida em 2% ao ano pela 17ª semana seguida.

A expectativa para a inflação oficial subiu de 2,65% para 2,99% neste ano, a 11ª correção semanal para cima na projeção. Para o ano que vem, a projeção também subiu, de 3,02% para 3,10%.

Relacionados:

► EUA criam 1,3 milhão de vagas de emprego em agosto; mercados operam de forma mista► Natura & Co fará oferta global de ações para levantar mais de R$6 bilhões

Leia mais: