clique para ir para a página principal

Desemprego chega a 14,4%; maior da série histórica iniciada em 2012

Atualizado em -

Desemprego chega a 14,4%; maior da série histórica iniciada em 2012 Arquivo | Agência Brasil
► Guedes diz que governo pretende zerar tarifa de alimentos e materiais de construção se preço subir demais ► Brasil cria 313 mil vagas de emprego em setembro, melhor resultado para esse mês desde 1992

O desemprego no terceiro trimestre deste ano foi de 14,4%, segundo dados divulgados hoje pelo IBGE. O valor é 1,6 ponto percentual mais que o observado no trimestre anterior e 2.6 maior que no mesmo período do ano passado. É o maior índice da série história iniciada em 2012.

Entre julho e agosto, a população desocupada chegou a 13,8 milhões de pessoas. Uma alta de 8,5% em relação ao trimestre móvel anterior e de 9,8% na comparação com o mesmo período do ano passado.

O volume de brasileiros ocupados e o nível de ocupação também foram os menores da série histórica. São 81,7 milhões de pessoas empregadas, número 5% menor que o trimestre anterior e 12,8% mais baixo que no mesmo trimestre de 2019. A taxa de informalidade chegou a 38,0% da população ocupada (ou 31,0 milhões de trabalhadores informais). No trimestre anterior, a taxa foi 37,6% e, no mesmo trimestre de 2019, 41,4%.

O número de trabalhadores por conta própria (21,5 milhões de pessoas) também caiu em ambas as comparações: -4,0% (ou menos 894 mil) contra o trimestre móvel anterior e -11,4% (ou menos 2,8 milhões de pessoas) frente ao mesmo período de 2019.

Relacionados:

► Guedes diz que governo pretende zerar tarifa de alimentos e materiais de construção se preço subir demais ► Brasil cria 313 mil vagas de emprego em setembro, melhor resultado para esse mês desde 1992

Leia mais: