clique para ir para a página principal

GOL e Azul registram aumento no tráfego em outubro; setor tenta se recuperar

Atualizado em -

GOL e Azul registram aumento no tráfego em outubro; setor tenta se recuperar Freepik
► Malha aérea brasileira chega a 50%, mas mercado internacional segue impactado pela Covid-19► GOL tem prejuízo de R$ 1,69 bilhão no terceiro trimestre

O setor aéreo tenta se recuperar após meses de isolamento social que levaram a uma queda da demanda por voos nacionais e internacionais.

Como o M1M te mostrou aqui, a demanda por voos domésticos no Brasil em abril apresentou uma queda de 93,1% em relação a 2019. A oferta de assentos nos aviões recuou mais de 91% e o transporte de passageiros em companhias brasileiras para o mercado internacional viu um tombo de 98,13% acontecer.

Nesta semana, duas das maiores companhias aéreas do país apresentaram seus dados de tráfego em outubro e comprovam que o setor está em trajetória de recuperação.

A GOL registrou crescimento de 34% na demanda por voos entre setembro e outubro, a oferta de voos aumentou 37% e a taxa de ocupação ficou em 78%.

Já a Azul teve aumento de 41% na demanda na comparação com o mês anterior, a capacidade aumentou em 42,6% e a taxa de ocupação de 79,3%.

A GOL não realizou voos internacionais em outubro. A Azul realizou esse tipo de voo e informou que, em voos domésticos, a ocupação foi de 80,7% e em voos internacionais foi de 65,3%.

"A recuperação da demanda doméstica no Brasil continua sendo uma das mais rápidas do mundo. São Paulo está na fase “verde” de seu plano de resposta ao COVID-19, e com a chegada do verão, nós estamos entrando nos meses de alta temporada para viagens nacionais", informa a Azul em comunicado.

Relacionados:

► Malha aérea brasileira chega a 50%, mas mercado internacional segue impactado pela Covid-19► GOL tem prejuízo de R$ 1,69 bilhão no terceiro trimestre

Leia mais: