clique para ir para a página principal

Vendas no varejo crescem 0,6% em setembro; maior alta aconteceu em livros, jornais e papelaria

Atualizado em -

Vendas no varejo crescem 0,6% em setembro; maior alta aconteceu em livros, jornais e papelaria Danilo Verpa | Folhapress
► FGV: índice semanal de inflação recua 0,59%► Balança comercial tem superávit de US$ 1,55 bilhão na primeira semana de novembro

As vendas do comércio varejista brasileiro registraram alta de 0,6% em setembro, quinta alta mensal seguida, segundo dados da Pesquisa Mensal de Comércio divulgados nesta quarta-feira (11) pelo IBGE.

Apesar do avanço, setembro teve o menor desempenho dos últimos cinco meses, mostrando uma desaceleração do ritmo de recuperação. Em agosto, a alta foi de 3,1%, em julho foi de 4,7%, em junho houve alta de 8,7% e em maio o crescimento foi de 12,2%. Comparando setembro de 2020 com o mesmo mês de 2019, o comércio cresceu 7,3%.

Em setembro, cinco das oito atividades pesquisadas tiveram taxas positivas na comparação com agosto. O maior destaque ficou com a categoria 'Livros, jornais, revistas e artigos de papelaria', que cresceu 8,9%. Em seguida aparecem Combustíveis e lubrificantes (3,1%); Artigos farmacêuticos, médicos, ortopédicos e de perfumaria (2,1%); Equipamentos e materiais para escritório, informática e comunicação (1,1%) e Móveis e eletrodomésticos (1,0%).

“A atividade de livros, jornais, revistas e artigos de papelaria, embora continue negativa em indicadores, como o acumulado do ano e nos últimos 12 meses, teve uma recuperação grande em setembro", explica Cristiano Santos, gerente da pesquisa.

As três atividades que tiveram desempenho negativo em setembro foram: Tecidos, vestuário e calçados (-2,4%); Outros artigos de uso pessoal e doméstico (-0,6%); e Hiper, supermercados, produtos alimentícios, bebidas e fumo (-0.4%).

Indústria

Nesta terça-feira (10), o IBGE divulgou dados sobre o setor industrial e aponta que o retorno à produção vem se ampliando ao longo dos meses. Entre os meses de agosto e setembro, houve alta em 11 dos 15 locais pesquisados. Nove estados recuperaram em setembro o patamar de produção pré-pandemia: Amazonas, Ceará, Minas Gerais, Goiás, São Paulo, Pará, Santa Catarina, Paraná e Rio Grande do Sul. Em relação a setembro de 2019, a alta de 3,4% da produção industrial nacional foi acompanhada por 12 dos 15 locais pesquisados.

Relacionados:

► FGV: índice semanal de inflação recua 0,59%► Balança comercial tem superávit de US$ 1,55 bilhão na primeira semana de novembro

Leia mais: