clique para ir para a página principal

G20 divulga pacto sobre dívida para ajudar países mais pobres atingidos pela Covid-19

Atualizado em -

G20 divulga pacto sobre dívida para ajudar países mais pobres atingidos pela Covid-19 Fredrik Lerneryd/ AFP/CP
► Petrobras adia pela terceira vez prazo de acordo com Sete Brasil► Prévia do PIB aponta crescimento de 9,47% no trimestre e fim da ‘recessão técnica’

Os países que compõem o G20 divulgaram nesta sexta-feira (13) que vão adotar uma nova abordagem sobre dívidas governamentais para minimizar o calote de países mais pobres que estão sob forte impacto da crise provocada pelo novo coronavírus.

A atitude ocorre após comunicado da Zâmbia afirmando que não conseguirá honrar um cupom de Eurobond (título internacional denominado em uma moeda não nativa do país onde é emitido) em atraso até o prazo final desta sexta-feira, o que coloca a nação a caminho de se tornar o primeiro país africano a declarar um default soberano na era da pandemia.

A diretora-gerente do Fundo Monetário Internacional (FMI), Kristalina Georgieva, afirmou que a nova estrutura conjunta é uma conquista histórica, além de enfatizar a necessidade de maior participação do setor privado.

"Vamos ser muito francos aqui. Não estamos fora de perigo. Esta crise não acabou. Precisamos de mais apoio por meio do alívio da dívida e de novos financiamentos", disse ela a autoridades do G20. Somente os estados africanos enfrentam uma necessidade de financiamento de US$ 345 bilhões até 2023, alertou.

Apesar do anúncio, grupos não governamentais acharam que o acordo poderia ter sido mais abrangente, incluindo países de renda média e forçando investidores privados a aceitar cancelamentos.

Relacionados:

► Petrobras adia pela terceira vez prazo de acordo com Sete Brasil► Prévia do PIB aponta crescimento de 9,47% no trimestre e fim da ‘recessão técnica’

Leia mais: