clique para ir para a página principal

Lucro da Cosan cai 62,9% no 3t20, para R$ 303,8 milhões; Cemig lucra R$ 545,4

Atualizado em -

Lucro da Cosan cai 62,9% no 3t20, para R$ 303,8 milhões; Cemig lucra R$ 545,4 Divulgação
► Prejuízo da Oi cai 54,4% e empresa fecha trimestre com perdas de R$ 2,6 bi ► Impulsionada por entrada de novos investidores, B3 tem lucro de R$ 1,1 bi no trimestre

A Cosan (CSAN3) divulgou na noite desta sexta-feira (13) que seu lucro líquido caiu 62,9% (R$ 303,8 milhões) no terceiro trimestre deste ano na comparação com mesmo período do ano passado (R$ 818,9 milhões). O desempenho foi impactado pela desvalorização do câmbio e de ações detidas pela companhia, segundo relatório.

A receita líquida recuou 6,9%, para R$ 17,5 bilhões, enquanto o Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) caiu 12,4% e atingiu R$ 1,9 bilhão. Na base ajustada, o Ebitda cresceu 6,2%, para R$ 1,7 bilhão.

Os resultados da Raízen Combustíveis deram sinais de recuperação, seguindo a trajetória de retomada da demanda por combustíveis. Dessa forma, o Ebitda ajustado da divisão totalizou R$ 907 milhões, representando uma alta anual de 37%.

Já a Raízen Energia moeu 28 milhões de toneladas de cana e o Ebitda ajustado atingiu R$ 974 milhões, reflexo do maior volume vendido de açúcar com preços melhores.

Segundo o balanço de resultados, a Compass Gás & Energia atingiu Ebitda ajustado de R$ 646 milhões, sustentado pela retomada gradual da atividade econômica.

"Após meses bastante desafiadores para a maior parte das operações da Cosan, o terceiro trimestre de 2020 evidenciou a tendência de recuperação da atividade econômica. A flexibilização das medidas de isolamento social permitiu que a circulação de pessoas fosse aos poucos retornando para níveis mais próximos da normalidade, impulsionando a demanda por combustíveis, lubrificantes e gás natura", informou a empresa a Cosan.

Cemig

A Cemig (CMIG3) notificou, hoje (13), que registrou um lucro líquido de R$ 545,4 milhões no terceiro trimestre, revertendo prejuízo de quase R$ 282 milhões verificado no mesmo período do ano anterior.

No acumulado do ano, os ganhos da elétrica estatal mineira alcançaram R$ 1,53 bilhão. O valor é inferior aos R$ 2,63 bilhões na comparação anual, de acordo com informações apresentadas à Comissão de Valores Mobiliários (CVM).

Relacionados:

► Prejuízo da Oi cai 54,4% e empresa fecha trimestre com perdas de R$ 2,6 bi ► Impulsionada por entrada de novos investidores, B3 tem lucro de R$ 1,1 bi no trimestre

Leia mais: