clique para ir para a página principal

Petrobras adia pela terceira vez prazo de acordo com Sete Brasil

Atualizado em -

Petrobras adia pela terceira vez prazo de acordo com Sete Brasil Agência Petrobras/Divulgação
► Petrobras tem prejuízo de R$1,5 bi no 3t20; Lucro da Tupy dobra► Petrobras anuncia criação de gerência em mudança climática

Em comunicado divulgado hoje, a Petrobras voltou a adiar o prazo de implementação do acordo com a Sete Brasil, da qual está saindo do quadro societário.

A diretoria da estatal alterou para 31 de janeiro a data final para que sejam implementadas as condições previstas no acordo. Esta é a terceira alteração no prazo, que venceria no próximo sábado.

Acordo

Em dezembro do ano passado, a Diretoria Executiva e o Conselho de Administração aprovaram os termos finais do acordo com a operadora de sondas de perfuração.

O acordo manteve os contratos de afretamento e de operações referentes a quatro sondas, com vigência de 10 anos e taxa diária de US$ 299 mil, encerra os contratos referentes às demais 24 sondas e confirma a saída da estatal e de suas controladas do quadro societário das empresas do Grupo Sete Brasil e do FIP Sondas.

À época, o prazo estabelecido para implementação do acordo era 30 de junho deste ano.

Relacionados:

► Petrobras tem prejuízo de R$1,5 bi no 3t20; Lucro da Tupy dobra► Petrobras anuncia criação de gerência em mudança climática

Leia mais: