clique para ir para a página principal

Balança comercial tem superávit de US$ 0,572 bilhões na segunda semana de novembro

Atualizado em -

Balança comercial tem superávit de US$ 0,572 bilhões na segunda semana de novembro Pixabay
► Otimismo com vacina e definições eleitorais animam mercados► IGP-10, medido pela FGV, sobe 3,51% em novembro

O Ministério da Economia divulgou nesta segunda-feira (16) que a balança comercial registrou superávit de US$ 0,572 bilhões na segunda semana de novembro, resultado de exportações no valor de US$ 4,133 bilhões e importações de US$ 3,561 bilhões.

No mês, as exportações somam US$ 8,524 bilhões e as importações, US$ 6,475 bilhões, com saldo positivo de US$ 2,05 bilhões e corrente de comércio de US$ 14,999 bilhões. No ano, as exportações totalizam US$ 182,671 bilhões e as importações, US$ 133,194 bilhões, com saldo positivo de US$ 49,478 bilhões e corrente de comércio de US$ 315,865 bilhões.

Nas exportações, comparadas as médias até a segunda semana de Novembro deste ano (US$ 947,14 milhões) com a de Novembro do ano passado (US$ 886,84 milhões), houve crescimento de 6,8%. Em relação às importações houve crescimento de 1,5% na comparação entre as médias até a 2ª semana de Novembro/2020 (US$ 719,41 milhões) com a do mês de Novembro/2019 (US$ 708,61 milhões)

text

Fonte: Ministério da Economia

No acumulado até 15 de Novembro deste ano, comparando com igual mês do ano anterior, o desempenho da exportação dos setores pela média diária foi o seguinte: queda de US$ 11,16 milhões (6,3%) em Agropecuária; crescimento de US$ 59,82 milhões (34,5%) em Indústria Extrativa e crescimento de US$ 13,48 milhões (2,6%) em produtos da Indústria de Transformação.

Já o desempenho da importação dos setores pela média diária, no mesmo recorte temporal, foi de crescimento de US$ 1,15 milhões (7,1%) em Agropecuária; queda de US$ 27,87 milhões (62,6%) em Indústria Extrativa e crescimento de US$ 36,5 milhões ( 5,7%) em produtos da Indústria de Transformação.

Relacionados:

► Otimismo com vacina e definições eleitorais animam mercados► IGP-10, medido pela FGV, sobe 3,51% em novembro

Leia mais: