clique para ir para a página principal

Stone eleva oferta para compra da Linx; ações das empresas sobem

Atualizado em -

Stone eleva oferta para compra da Linx; ações das empresas sobem Divulgação
► Fintech se torna a primeira empresa a aceitar Bitcoins como garantia para empréstimos no Brasil► Indicador de Comércio Exterior: exportações para Argentina crescem

A Linx (LINX3) divulgou na tarde desta terça-feira (17), em fato relevante, que a Stone (STNE) elevou em R$ 268,5 milhões a parcela em dinheiro a ser paga na proposta de combinação de negócios que será votada por acionistas da empresa de tecnologia em Assembleia Geral Extraordinária a partir das 14h30.

Segundo o comunicado, a Stone vai pagar um adicional de R$ 1,50 por ação da empresa, totalizando uma oferta de R$ 33,56 por papel mais 0,0126774 ação classe A da Stone.

A Stone concorre com a Totvs (TOTS3), que tem uma proposta na mesa pela Linx de R$ 6,6 bilhões, aproximadamente.

"Com base no preço de fechamento das Ações Classe A StoneCo e PTAX do dia 16 de novembro de 2020, o preço total por ação da Linx corresponde a R$ 38,06", informa a empresa, o que implica em um prêmio de 44,6% sobre o valor médio do papel nos últimos 30 dias.

Às 14h50, as ações da Linx subiam 3,72%, a R$ 36,29. Em Nova York, StoneCo valorizava 1,69%.

Entendendo a disputa

A Linx anunciou acordo vinculante com a Stone no dia 11 de agosto no valor de R$ 6,4 bilhões. Logo em seguida, a Totvs apresentou proposta de combinação de negócios com a Linx, afirmando que melhor atenderia ao interesse do conjunto de acionistas.

No início de agosto, a Linx anunciou que assinou o acordo de venda para a empresa de pagamentos Stone, marcando também uma assembleia geral de acionistas para hoje.

Já a Totvs vem criticando a postura da Linx por causa da decisão de não incluir a sua proposta na assembleia de acionistas, listando uma série de decisões do grupo que teriam prejudicado o andamento das negociações e favorecido a Stone.

Relacionados:

► Fintech se torna a primeira empresa a aceitar Bitcoins como garantia para empréstimos no Brasil► Indicador de Comércio Exterior: exportações para Argentina crescem

Leia mais: