clique para ir para a página principal

Turismo perde R$ 41,6 bi durante pandemia, aponta Fecomércio-SP

Atualizado em -

Turismo perde R$ 41,6 bi durante pandemia, aponta Fecomércio-SP Pixabay
► CVC registra prejuízo de R$1,15 bi; Ibovespa encerra mês com pior performance desde março► Smiles tem lucro líquido de R$ 50,2 milhões no 3t20 devido ao aumento de 25% no acúmulo de milhas

Estudo da Fecomécio-SP apontou perdas de R$ 41,6 bilhões entre os meses de março e setembro deste ano no setor turístico brasileiro. O resultado revela uma que da de 44% nas receitas em comparação ao mesmo período do ano passado.

Em setembro, o setor apresentou seu pior resultado para o mês desde o início da série histórica em 2011, com um faturamento de R$ 8,6 bilhões. O número é 37,6% menor do que no mesmo período do ano passado. De acordo com o levantamento, a retração foi puxada pelo desempenho do setor aéreo – um dos mais afetados pela pandemia, com queda de 64,6% no faturamento após redução de 54,5% na oferta de assentos no período.

Os números mostram quedas acentuadas dos agentes de hospedagem e alimentação (- 37.3%) e de atividades culturais, esportivas e recreativas (- 24,4%). O estudo indica, no entanto, uma queda na velocidade da retração. Nos dois meses anteriores (julho e agosto), as quedas foram de 78,1% e 68,8%, respectivamente.

Dados de outra pesquisa da entidade que quase um terço das pessoas (31%) querem viajar depois que a pandemia acabar - o que indica uma demanda reprimida à espera de condições para se realizar.

Relacionados:

► CVC registra prejuízo de R$1,15 bi; Ibovespa encerra mês com pior performance desde março► Smiles tem lucro líquido de R$ 50,2 milhões no 3t20 devido ao aumento de 25% no acúmulo de milhas

Leia mais: