clique para ir para a página principal

Na pauta: Senado deve votar terceira etapa do Pronampe para socorrer pequenas empresas

Atualizado em -

Na pauta: Senado deve votar terceira etapa do Pronampe para socorrer pequenas empresas FG Trade | Getty Images
► Adolfo Sachsida diz que setor de serviços será responsável pela geração de empregos em 2021► Previc e Ministério da Economia avaliam aumentar limite para EPFC investir no exterior

O Senado Federal deve votar nesta quarta-feira (18) o projeto que cria a terceira etapa do Programa Nacional de Apoio às Microempresas e Empresas de Pequeno Porte (Pronampe).

O programa foi criado em meio deste ano para socorrer esses empresário em meio à crise gerada pela pandemia de coronavírus e, até o momento, já destinou quase R$ 28 bilhões por meio do Fundo Garantidor de Operações (FGO). De acordo com dados do governo, mais de 450 mil contratos já foram efetuados nas duas primeiras fases do Pronampe.

Se for aprovado pelos senadores, o programa passa a ser permanente e terá juros mais altos do que as etapas anteriores. Segundo essa nova proposta, o limite de financiamento será de R$ 300 mil, com juros de 6% ao ano, acrescidos da taxa Selic. Nas primeiras etapas, essa taxa era de 1,25% mais a Selic). A carência permanece em seis meses. O aporte inicial da nova etapa está previsto em R$ 10 bilhões, mas poderá alcançar R$ 40 bilhões.

O senador Jorginho Mello (PL-SC), que apresentou o projeto da terceira etapa do Pronampe, elogiou o programa.

"É um programa definitivo. Os bancos entenderam que agora têm que ajudar para daqui um pouco poder contar com essa linha de crédito, alavancando os negócios, melhorando o ambiente de negócios e tendo um cliente em potencial", afirma o senador.

Relacionados:

► Adolfo Sachsida diz que setor de serviços será responsável pela geração de empregos em 2021► Previc e Ministério da Economia avaliam aumentar limite para EPFC investir no exterior

Leia mais: