clique para ir para a página principal

Proximidade de vacina anima mercados europeus

Atualizado em -

Proximidade de vacina anima mercados europeus Pixabay
► Tesla será a nova integrante do S&P 500 a partir de dezembro► Ibovespa encerra em alta de 0,77% puxado pelas ações da Petrobras e Vale

O S&P 500 e as bolsas europeias sinalizam otimismo com o avanço das pesquisas em busca de uma vacina eficaz contra o coronavírus. As altas foram de 0,28% (S&P 500) e 0,5% (Europa) após a farmacêutica Pfizer entrar com pedido emergencial de uso da vacina após conclusão da chamada fase 3. O presidente do Banco Central Europeu, no entanto, demonstrou preocupação com o cenário de recuperação econômica de médio prazo.

No Brasil, o Ibovespa encerrou a sessão de ontem com variação positiva de 0,77%, cotado a 107.249 pontos. Esse foi o maior patamar de fechamento do índice desde o dia 21 de fevereiro, quando estava cotado a 113.681 pontos.

Na agenda econômica, o índice de preços ao consumidor da zona do euro caiu 0,3% em outubro, antes igual mês do ano passado e mantendo o mesmo nível de queda de setembro.

No país, o Índice Geral de Preços - Mercado (IGP-M) apontou alta de 3,05% na segunda prévia de novembro, ante 2,92% no mesmo período do mês anterior. Com o resultado, a taxa acumulada em 12 meses passou de 20,56% para 24,25%.

Entre as commodities, os contratos futuros do minério de ferro fecharam em alta de 1,54%, enquanto o petróleo Brent opera em alta de 1,78%, cotado a US$ 44,53. No cenário corporativo, os acionistas da Linx aprovaram a venda da companhia para a Stone. O valor da oferta é de R$ 6,7 bilhões e foi escolhida em detrimento daquela feita pela Totvs.

Relacionados:

► Tesla será a nova integrante do S&P 500 a partir de dezembro► Ibovespa encerra em alta de 0,77% puxado pelas ações da Petrobras e Vale

Leia mais: