clique para ir para a página principal

Stone compra Linx por R$ 6,7 bilhões

Atualizado em -

Stone compra Linx por R$ 6,7 bilhões Stone | Divulgação
► Linx assina acordo de venda para Stone e marca assembleia geral para o dia 17► Stone eleva oferta para compra da Linx; ações das empresas sobem

Após três meses de negociações, os acionistas da Linx aprovaram, em assembleia na noite de ontem, a venda da companhia para a Stone. O valor total da transação foi de R$ 6,7 bilhões.

A operação encerra uma conversa que começou em 11 de agosto, quando foi feita a primeira oferta da Stone pela Linx. A diferença entre a primeira oferta e a anunciada na noite de ontem é de quase R$ 700 milhões, sendo que R$ 270 milhões foram acrescidos à oferta apenas no último dia.

Os acionistas da Link também votaram para que não fosse necessária a entrada da Stone no Novo Mercado, da B3 para a conclusão do negócio, já que a marca é listada apenas na Nasdaq.

Em teleconferência, Thiago Piau, CEO da Stone, comemorou a operação. “Estamos muito felizes com o resultado da assembleia. É hora agora de olhar pra frente”, disse.

Segundo a Reuters, a aquisição deve transformar a StoneCo em uma provedora integrada de softwares e pagamentos em um momento que em novas empresas e novas tecnologias – com o Pix – estão alterando a indústria de pagamentos no Brasil. Se concluído, o negócio tornará a Linx uma nova unidade de negócios de software da Stone e será comandado por executivos das duas empresas. A aquisição ainda precisa ser aprovada pelo Cade.

Piau afirmou também que a companhia segue focada em empresas pequenas e médias e que continua avaliando oportunidades de novas aquisições.

Relacionados:

► Linx assina acordo de venda para Stone e marca assembleia geral para o dia 17► Stone eleva oferta para compra da Linx; ações das empresas sobem

Leia mais: