clique para ir para a página principal

FGV: PIB cresce 7,5% no trimestre; no ano retração é 4,4%

Atualizado em -

FGV: PIB cresce 7,5% no trimestre; no ano retração é 4,4% Pixabay
► IBGE revisa PIB de 2018 e crescimento passa de 1,3% para 1,8%► Prévia do PIB aponta crescimento de 9,47% no trimestre e fim da ‘recessão técnica’

A FGV divulgou hoje que a atividade econômica no terceiro trimestre cresceu 7,5%, na comparação com o trimestre anterior e crescimento de 1,1% em setembro na comparação com agosto. Os dados são Monitor do PIB. Na comparação interanual, no entanto, a economia apresentou queda de 4,4% no terceiro trimestre e de 2,3% em setembro.

O estudo já leva em conta a revisão para cima (de 1,1% para 1,8%) pelo IBGE no PIB de 2018 e estima a revisão de 1,1% para 1,6% na taxa de crescimento de 2019 que será divulgada pela Confederação Nacional dos Transportes (CNT).

O forte crescimento no trimestre não reverte a retração (9,7%) observada no segundo trimestre, quando a pandemia chegou ao Brasil. Para Claudio Considera, coordenador do estudo, o crescimento não é suficiente para recuperar o nível de atividade econômica que ainda se encontra 5% abaixo do observado no 4º trimestre do ano passado.

“A elevada incerteza quanto ao futuro da pandemia tem inibido a recuperação mais robusta do setor de serviços, que é a atividade mais relevante da economia brasileira”, disse Considera.

Em setembro, a economia apresentou seu quinto mês de crescimento consecutivo, na comparação contra o mês imediatamente anterior. O crescimento de 1,1% deve-se ao desempenho da indústria e de serviços, pela ótica da oferta, e do consumo das famílias e da formação bruta de capital fixo, pela ótica da demanda.

Na comparação interanual, a queda de 2,3% é explicada principalmente pela retração dos serviços e da agropecuária (-4,0% e -3,5%, respectivamente), tendo em vista que a indústria voltou a crescer (2,2%) após seis meses de quedas consecutivas.

Relacionados:

► IBGE revisa PIB de 2018 e crescimento passa de 1,3% para 1,8%► Prévia do PIB aponta crescimento de 9,47% no trimestre e fim da ‘recessão técnica’

Leia mais: