clique para ir para a página principal

PIX teve 5,2 milhões de operações em 3 dias; BC aprova período de ajustes

Atualizado em -

PIX teve 5,2 milhões de operações em 3 dias; BC aprova período de ajustes Freepik
► Presidente do BC afirma que PIX irá estimular o crescimento das fintechs sem prejudicar bancos tradicionais► PetroRio dispara após anúncio de aquisição de blocos da BP Energy

O PIX, sistema de pagamentos do Banco Central que entrou em operação integral no dia 16 de novembro, somou 5,2 milhões de operações realizadas nos três primeiros dias de funcionamento, atingindo R$ 4,6 bilhões. A informação foi dada pelo diretor de Organização do Sistema Financeiro do Banco Central, João Manoel Pinho de Mello, nesta quinta-feira (19).

O sistema é uma aposta do BC e de instituições financeiras para substituir DOCs e TEDs e permite que transferências de valores sejam feitas imediatamente, 24 horas por dia, 7 dias por semana. Até o momento, mais de 73 milhões de chaves PIX foram cadastradas.

Ajustes pontuais

Em comunicado emitido nesta quinta (19), o Banco Central aprovou um período de seis meses para que as instituições realizem "ajustes pontuais" em seus sistemas para uso do PIX. Até o dia 15 de maio, as instituições estarão livres de multa para adaptação e realização desses ajustes.

"Embora o PIX esteja funcionando plenamente, alguns acertos pontuais podem ser necessários a fim de melhorar a experiência do usuário. Como esses ajustes são normais para um sistema da complexidade e magnitude do PIX, determinados apontamentos podem não ser configurados como infrações", informou o BC.

Relacionados:

► Presidente do BC afirma que PIX irá estimular o crescimento das fintechs sem prejudicar bancos tradicionais► PetroRio dispara após anúncio de aquisição de blocos da BP Energy

Leia mais: