clique para ir para a página principal

Confiança do comércio recua pelo segundo mês e mostra dificuldade na recuperação

Atualizado em -

Confiança do comércio recua pelo segundo mês e mostra dificuldade na recuperação Freepik
► Senado aprova nova Lei das Falências para agilizar recuperação de empresas► Leilão de torres e data center da Oi previsto em plano de recuperação judicial acontece nesta quinta (26)

A recuperação da confiança do comércio desacelerou e registrou queda de 2,3 pontos em novembro, como mostra o Índice de Confiança do Comercio (ICOM) divulgado nesta quinta-feira (26) pela FGV. Essa é a segunda queda consecutiva do indicador e mostra os obstáculos que o comércio enfrenta para recuperar os níveis pré-pandemia.

Com a queda de novembro, o índice ficou em 93,5 pontos. Em outubro, esse número era de 95,8 pontos.

confiança do comércio

Fonte: FGV IBRE

"A dificuldade na recuperação da confiança do consumidor, a redução dos benefícios do governo e o cenário ainda negativo do mercado de trabalho sugerem que a retomada do comércio ainda pode encontrar mais obstáculos e que o ritmo pode ser mais lento do que o observado nos últimos meses. “, afirma Rodolpho Tobler, Coordenador da Sondagem do Comércio.

Segundo a FGV, a confiança caiu em quatro dos seis principais segmentos do comércio analisados. O Índice de Situação Atual (ISA-COM) recuou 5,4 pontos, para 99,7 pontos. Já o Índice de Expectativas (IE-COM) subiu 0,9 ponto para 87,5 pontos.

Relacionados:

► Senado aprova nova Lei das Falências para agilizar recuperação de empresas► Leilão de torres e data center da Oi previsto em plano de recuperação judicial acontece nesta quinta (26)

Leia mais: