clique para ir para a página principal

Brasileiros pretendem gastar mais na Black Friday deste ano, aponta pesquisa

Atualizado em -

Brasileiros pretendem gastar mais na Black Friday deste ano, aponta pesquisa Freepik
► E-commerce deve fazer com que Black Friday tenha faturamento recorde de R$ 3,74 bi, estima CNC► Indústria se recupera da crise desencadeada pela Covid-19, mas de forma heterogênea, informa CNI

O ano de 2020 não foi fácil para os consumidores e empresários brasileiros, mas as expectativas em relação à Black Friday que acontece nesta sexta-feira (27) são otimistas. Levantamento realizado pela Sociedade Brasileira de Varejo e Consumo (SBVC) mostra que 73% das pessoas pretende gastar mais este ano do que gastou na Black Friday de 2019.

Segundo a pesquisa, o brasileiro vai gastar, em média, R$1.728,12 este ano. Em 2019, esse valor era de R$1.333,28. Em 2018, de R$1.283,92.

Outra mudança detectada pela pesquisa foi o aumento no número de consumidores que pretende usar a Black Friday para fazer as compras de Natal. Segundo os dados, o consumidor vai destinar aproximadamente 52% das suas compras para os presentes de Natal. Em 2019, esse índice era de 42%.

Em relação ao histórico da Black Friday, 79% dos entrevistados afirmaram já ter comprado produtos na data em anos anteriores. Os produtos de uso próprio ainda são campeões no ranking do que os consumidores desejam comprar, mas neste ano há um aumento na categoria de presentes.

black friday

Fonte: SBVC

As compras por meio do comércio eletrônico são o grande destaque deste ano, marcado pela pandemia de coronavírus. O smartphone foi apontado como o dispositivo preferido para realizar compras online (55%). Para 86% dos entrevistados, o preço mais baixo dos produtos na loja online é o atrativo para fazer as compras dessa forma. Além disso, tanto em relação às lojas físicas como nas lojas online, as Americanas e a Magazine Luiza são as principais citadas pelos entrevistados como local de compras na Black Frriday.

Relacionados:

► E-commerce deve fazer com que Black Friday tenha faturamento recorde de R$ 3,74 bi, estima CNC► Indústria se recupera da crise desencadeada pela Covid-19, mas de forma heterogênea, informa CNI

Leia mais: