clique para ir para a página principal

Em leilão sem concorrência, Oi levanta R$ 1,4 bi com venda de torres e data center

Atualizado em -

Em leilão sem concorrência, Oi levanta R$ 1,4 bi com venda de torres e data center Getty Images
► Leilão de torres e data center da Oi previsto em plano de recuperação judicial acontece nesta quinta (26)► Falência e recuperação judicial: novas regras podem ajudar empresas a manter portas abertas

A Oi levantou R$ 1,4 bilhão por meio dos leilões para venda das torres de telefonia móvel e data centers (OIBR3; OIBR4). As vendas integram o plano de recuperação judicial da empresa, aprovado em setembro, e que prevê a liquidação de ativos para pagar credores e financiar investimentos em fibra ótica, que passa a ser o novo foco da operadora.

Venceram o leilão a Highline do Brasil, do fundo norte-americano Digital Colony, que arrematou 637 torres (móveis e indoor) pelo lance mínimo de R$ 1,06 bilhão, e a Piemnot Holdings, que adquiriu o conjunto de cinco data centers por R$ 325 milhões. A empresa foi a única proponente por esse ativo.

O objetivo da companhia, conforme mostrado ontem pelo Mercado1Minuto, era levantar mais de R$ 20 bilhões com os leilões e usar o valor para pagar credores e ampliar investimentos. No último resultado financeiro da companhia, referente ao terceiro trimestre deste ano, a companhia apurou prejuízo de R$ 2,63 bilhões – uma queda de 54,1% sobre o prejuízo líquido de R$ 5,74 bilhões apurado no mesmo período do ano passado.

Relacionados:

► Leilão de torres e data center da Oi previsto em plano de recuperação judicial acontece nesta quinta (26)► Falência e recuperação judicial: novas regras podem ajudar empresas a manter portas abertas

Leia mais: