clique para ir para a página principal

Blue Chips: quais são as principais ações de maior volume da bolsa brasileira?

Atualizado em -

Blue Chips: quais são as principais ações de maior volume da bolsa brasileira? Flickr
► B3 vai liberar empréstimo de cotas de FIIs e FIPs a partir da próxima segunda-feira (30)► Corretoras poderão prestar serviço de pagamento a partir de 2021

Muitas vezes as notícias destacam que o índice da bolsa de valores brasileira teve alta ou baixa puxado por algumas ações específicas. Como essas ações conseguem influenciar o Ibovespa em meio a tantas outras presentes na bolsa de valores? Essas ações são geralmente chamadas de Blue Chips.

As Blue Chips são as principais ações das bolsas, elas são responsáveis por altos volumes de negociação e de mercado. Sendo muito conhecidas no setor em que atuam por terem boas condições financeiras, alta liquidez e serem mais estáveis, estas ações são consideradas mais seguras. Além disso, elas costumam pagar bons dividendos, atraindo investidores de longo prazo que buscam viver de renda.

O termo Blue Chips tem origem no pôquer. No jogo de cartas comum em cassinos, os participantes apostam fichas que, nos sets mais simples, possuem as cores branca, vermelha e azul, com a última tendo o maior valor. O oposto de Blue Chips, ou seja, ações com baixo valor e alto risco, são chamadas de "penny stock" em inglês.

Quais ações são mais negociadas no Brasil?

É importante lembrar que não existe uma lista oficial onde as ações são classificadas em Blue Chips, este é apenas um termo utilizado no mercado financeiro a partir de análises de especialistas e do comportamento de ações. Logo, escolher os melhores investimentos vai além desse fator. Utilizando os critérios mencionados anteriormente, algumas ações que podem ser consideradas Blue Chips são:

  • Petrobras (PETR3; PETR4)
  • Vale (VALE3)
  • Usiminas (USIM3; USIM5)
  • Ambev (ABEV3)
  • Bradesco (BBDC3; BBDC4)
  • Banco do Brasil (BBAS3)

Outras podem ser ações de bancos, do setor industrial e mais.

No mercado internacional, alguma das ações mais conhecidas por serem consideradas nessa categoria são: Coca-Cola (NYSE:KO), PepsiCo (NASDAQ: PEP), Walmart (NYSE: WMT), Unilever (NYSE: UN; UL) e Johnson & Johnson (NYSE: JNJ).

O valor de um papel é um resultado da relação entre oferta e demanda. Para entender este movimento é necessária uma análise fundamentalista ou técnica para avaliar a saúde financeira das empresas, o cenário em que elas estão inseridas, gráfico, horizonte de investimento e outros fatores para favorecer a probabilidade de ganhos.

Como elas influenciam o mercado?

Por terem grande importância no mercado financeiro, essas ações influenciam diretamente se o índice da bols abrsileira sobe ou cai. Muitas vezes, uma grande queda nas ações da Petrobras, por exemplo, faz com que o Ibovespa feche o dia no campo negativo. Elas movimentam grandes quantias de dinheiro e isso faz com que essas ações sejam também um termômetro no mercado financeiro brasileiro.

Sendo conhecidas pela maior parte da população, podem servir também como porta de entrada na bolsa de valores para novos investidores. A alta liquidez possibilita que elas sejam compradas e vendidas com agilidade, sem que o investidor se preocupe se terá alguém interessado nelas.

As ações também podem ser classificadas como "Mid Caps" e "Small Caps". A primeira é considerada para empresas de médio porte, com capialização entre R$ 2 bilhões e R$ 10 bilhões, enquanto a segunda é utilizada para ações de empresas de pequeno porte, entre R$ 300 milhões e R$ 2 bilhões.

É importante lembrar que a decisão de investir deve levar em consideração diversos fatores das companhias, não somente a fama que elas possuem.

Relacionados:

► B3 vai liberar empréstimo de cotas de FIIs e FIPs a partir da próxima segunda-feira (30)► Corretoras poderão prestar serviço de pagamento a partir de 2021

Leia mais: