clique para ir para a página principal

FGV aponta alta de 0,94% no IPC-S e recuo de 1,5 ponto no Índice de Confiança Empresarial

Atualizado em -

FGV aponta alta de 0,94% no IPC-S e recuo de 1,5 ponto no Índice de Confiança Empresarial  Pixabay
► CNC divulga que confiança do empresário do comércio sobe 4,1% em novembro► Prévia da inflação fica em 0,81% em novembro; alimentação fora de casa avança

O Índice de Preços ao Consumidor Semanal (IPC-S), medido pela FGV, subiu 0,94% - uma alta de 0,17 ponto percentual. No ano, o indicador acumula alta de 4,06% e de 4,86% nos últimos 12 meses.

De acordo com a pesquisa, seis das oito classes de despesa componentes do índice registraram acréscimo em suas taxas de variação. A maior contribuição foi do grupo Educação, Leitura e Recreação (1,79% para 3,00%). Nesta classe de despesa, o comportamento do item passagem aérea, cujo índice subiu de 14,07% para 24.19%.

Também registraram acréscimo os grupos Alimentação (1,69% para 1,88%), Habitação (0,23% para 0,33%), Comunicação (0,09% para 0,14%), Despesas Diversas (-0,01% para 0,09%) e Saúde e Cuidados Pessoais (0,17% para 0,18%). Na outra ponta, os grupos Vestuário (0,29% para 0,04%) e Transportes (0,94% para 0,93%) apresentaram recuos em suas taxas de variação.

Índice de Confiança Empresarial recua 1,5

O Índice de Confiança Empresarial (ICE) da FGV recuou 1,5 ponto em novembro, para 95,6 pontos. Em médias móveis trimestrais, o indicador registrou alta de 0,3 ponto percentual.

”A confiança empresarial seguiu em novembro a tendência de queda esboçada no mês anterior, refletindo a revisão de expectativas motivada pelo aumento da incerteza em relação aos rumos da crise sanitária e da economia nos próximos meses”, comenta Aloisio Campelo Jr., Superintendente de Estatísticas da FGV IBRE.

Relacionados:

► CNC divulga que confiança do empresário do comércio sobe 4,1% em novembro► Prévia da inflação fica em 0,81% em novembro; alimentação fora de casa avança

Leia mais: