clique para ir para a página principal

Pfizer e BioNTech pedem autorização para uso de vacina na Europa

Atualizado em -

Pfizer e BioNTech pedem autorização para uso de vacina na Europa Pfizer | Divulgação
► Oxford pedirá autorização para uso emergencial da vacina contra Covid-19 no Brasil► Pfizer inicia processo de registro de vacina contra a Covid-19 na Anvisa

A Pfizer e a BioNTech pediram autorização regulatória na União Europeia para que a vacina desenvolvida pelas farmacêuticas esteja liberada para o bloco ainda este ano. As companhias já realizaram pedidos semelhantes nos Estados Unidos e no Reino Unido.

Na corrida pela liberação da vacina as empresas rivalizam com a Moderna, que anunciou no início da semana o mesmo pedido à União Europeia para recomendar a aprovação condicional para sua vacina.

O pedido formal, apresentado na segunda-feira, encerra a revisão contínua iniciada em 6 de outubro que permitiu à reguladora de medicamentos da Europa examinar os dados sobre a vacina conforme os estudos evoluíam. No mês passado, um estudo com quase 44 mil pessoas mostrou que a injeção evitou 95% dos casos de coronavírus sintomáticos sem o registro significativo de problemas de segurança.

O Reino Unido invocou uma regra especial para permitir que sua agência reguladora não precise autorização do bloco e pode ser o primeiro país a aprovar a vacina da Pfizer-BioNTech. Segundo informou à Reuters o diretor financeiro da empresa, Sierk Poetting, a BioNTech pode começar a enviar as primeiras doses “dentro de horas” após a autorização regulatória.

Relacionados:

► Oxford pedirá autorização para uso emergencial da vacina contra Covid-19 no Brasil► Pfizer inicia processo de registro de vacina contra a Covid-19 na Anvisa

Leia mais: