clique para ir para a página principal

PIB cresce 7,7% no trimestre, mas não recupera perdas da pandemia

Atualizado em -

PIB cresce 7,7% no trimestre, mas não recupera perdas da pandemia Pixabay
► Ipea revisa projeção para PIB da agropecuária em 2020 de 1,9% para 1,5%► Comércio recua e atividades de serviços aumentam participação no PIB

O IBGE publicou hoje que o PIB cresceu 7.7% no terceiro trimestre de 2020 em comparação com o trimestre anterior, na série com ajuste sazonal. Já em relação ao mesmo período do ano passado, a queda foi de 3,9%. No acumulado dos quatro trimestres terminados em setembro, houve queda de 3,4% na comparação com o mesmo intervalo em 2019.

Essa é a maior variação da série histórica, iniciada em 1996, porque a base de comparação é baixa: no segundo trimestre do ano, o PIB caiu 9,7% - muito em função dos impactos da pandemia. Segundo analistas ouvidos pelo Broadcast, do Estadão, a alta ficou abaixo da projeção, que era de avanço de 8,8%. Para o ano, a expectativa dos analistas é de retração de 4,50%.

Entre as atividades industriais, destaque para o crescimento de 23,7% das Indústrias de transformação, aumento para Eletricidade e gás, água, esgoto, atividades de gestão de resíduos (8,5%), Construção (5,6%) e Indústrias extrativas (2,5%).

Nos Serviços, todos os setores cresceram: Comércio (15,9%), Transporte, armazenagem e correio (12,5%), Outras atividades de serviços (7,8%), Informação e comunicação (3,1%), Administração, defesa, saúde e educação públicas e seguridade social (2,5%), Atividades financeiras, de seguros e serviços relacionados (1,5%) e Atividades imobiliárias (1,1%).

Na comparação anual, em que a queda foi de 3,9%, a Agropecuária cresceu 0,4% em relação a igual período de 2019. Este resultado explica-se, principalmente, pelo crescimento da produção e ganho de produtividade da atividade Agricultura, que suplantou o fraco desempenho da Pecuária e da Pesca. Destaca-se o crescimento nas estimativas anuais de produção do café (21,6%), cana de açúcar (3,5%), algodão (2,5%) e milho (0,3%).

Relacionados:

► Ipea revisa projeção para PIB da agropecuária em 2020 de 1,9% para 1,5%► Comércio recua e atividades de serviços aumentam participação no PIB

Leia mais: