clique para ir para a página principal

Após ganhos recordes nos últimos dias, mercados internacionais operam em leve queda

Atualizado em -

Após ganhos recordes nos últimos dias, mercados internacionais operam em leve queda Pixabay
► EUA criam 1,3 milhão de vagas de emprego em agosto; mercados operam de forma mista► Nova tensão EUA x China e apreensão sobre vacinas afetam mercados europeus

Na manhã de hoje, os mercados internacionais abriram em leve queda. O índice futuro do S&P 500 indica abertura com variação de -0,38%, enquanto a Europa opera em queda de 0,35%. A pausa nos ganhos vem após o índice S&P 500 ter fechamento recorde em meio a expectativas de aprovação de um novo pacote de estímulos à economia. No Congresso americano, alguns senadores apontam que líderes republicanos devem apoiar a proposta de um pacote no valor de US$ 908 bilhões, que pode ser aprovada ainda em dezembro.

O Ibovespa encerrou mais um pregão no campo positivo, variação +1,30%, cotado a 113.750 pontos. No Brasil, o Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu que a candidatura de Davi Alcolumbre e Rodrigo Maia para a reeleição como presidentes de Senado e Câmara dos Deputados, respectivamente, seria inconstitucional.

Na agenda econômica, a Fundação Getulio Vargas (FGV) divulgou que o Índice Geral de Preços-Disponibilidade Interna (IGP-DI), teve alta de 2,64% em novembro depois de ter subido 3,68% no mês anterior. Com o resultado, o índice acumula alta de 22,16% no ano e de 24,28% nos últimos 12 meses.

Entre as commodities, os contratos futuros do minério de ferro fecharam com alta de 1,57%, enquanto o petróleo Brent opera em queda de 0,91%, cotado a US$ 48,80. No cenário corporativo, a Equatorial aprovou um programa de recompra de ações de até 50,11 milhões de papéis ordinários.

Relacionados:

► EUA criam 1,3 milhão de vagas de emprego em agosto; mercados operam de forma mista► Nova tensão EUA x China e apreensão sobre vacinas afetam mercados europeus

Leia mais: