clique para ir para a página principal

Gol é a primeira do mundo a voltar a usar o Boeing 737 MAX

Atualizado em -

Gol é a primeira do mundo a voltar a usar o Boeing 737 MAX Gol | Divulgação
► GOL anuncia crescimento na oferta de voos e aguarda volta do 737 Max ► GOL informa que vendeu mais de meio milhão de bilhetes na Black Friday

A Gol Linhas Aéreas (GOLL4) anunciou hoje que voltará a operar o Boeing 737 Max a partir de amanhã nas rotas comerciais de sua malha doméstica. Os primeiros voos serão nas rotas de origem e chegada no hub da companhia em São Paulo. Até o final de dezembro, as sete aeronaves Boeing 737 MAX da atual frota da Gol serão reincorporadas à programação de voos.

”Nos últimos 20 meses, acompanhamos o desenrolar da revisão de segurança mais abrangente da história da aviação comercial, reunindo agências reguladoras e companhias aéreas de todo o mundo, para monitorar e contribuir com as melhorias nos sistemas e no treinamento de pilotos das aeronaves”, diz Celso Ferrer, vice-presidente de Operações da Gol.

Antes de reintegrar as aeronaves à frota, a companhia realizou o treinamento de 140 pilotos em conjunto com a Boeing, além de uma requalificação nos serviços de manutenção do modelo.

Histórico

Após dois acidentes num intervalo de cinco meses, entre 2018 e 2019, na Indonésia e na Etiópia, e que mataram 346 pessoas, o 737 MAX foi impedido de voar por autoridades certificadoras.

A agência norte-americana FAA finalizou seus voos de teste e agência europeia Easa já chegou a afirmar que o modelo poderá ser liberado para retomar os voos.

No Brasil, a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) liberou o retorno das operações desse modelo da Boeing no último dia 25. No país, apenas a Gol possui esse modelo de aeronave.

Relacionados:

► GOL anuncia crescimento na oferta de voos e aguarda volta do 737 Max ► GOL informa que vendeu mais de meio milhão de bilhetes na Black Friday

Leia mais: