clique para ir para a página principal

Ibovespa encerrou o dia em alta de 0,18%; notícias sobre dicussões fiscais no Congresso contiveram alta

Atualizado em -

Ibovespa encerrou o dia em alta de 0,18%; notícias sobre dicussões fiscais no Congresso contiveram alta Pexels
► Líder do governo no Congresso diz que teto de gastos não será alterado► Rede D'Or precifica ação em IPO a R$ 57,92 e pode levantar R$ 11,4 bilhões

O índice brasileiro encerrou o dia em alta de +0,18% aos 113.793 pontos acompanhando chegando a bater a máxima 114.381 pontos a segunda vez em que o benchmark atinge esse patamar mas devolve os ganhos à tarde depois de notícias sobre as discussões fiscais no Congresso chegarem às mesas das corretoras e bancos.

As bolsas americanas encerraram o pregão com valorização e o S&P 500 bateu recorde ao fechar acima dos 3.700 pontos pela primeira vez. O movimento positivo foi impulsionado pelo início da vacinação da população do Reino Unido com a profilaxia desenvolvida pelas farmacêuticas Pfizer e BioNTech contra o coronavírus.

Além disso, mais de 14,8 milhões de casos de Covid-19 foram confirmados nos Estados Unidos e a taxa diária de novas infecções está em sua máxima histórica. Por conta dessa segunda onda estados como Nova York estão reforçando suas medidas de isolamento social e podem até novamente proibir alimentação presencial em restaurantes fechados.

Enquanto isso, o dólar comercial registra alta de +0,17% a R$ 5,128 na compra e a R$ 5,1285 na venda.

Maiores altas

  • BRF (BRFS3) +8,69% R$ 23,13
  • Eletrobras (ELET3) +5,92% R$ 35,62
  • Eletrobras (ELET6) +4,99% R$ 35,96

Maiores baixas

  • Usiminas (USIM5) -4,29% R$ 13,84
  • Petrorio (PRIO3) -2,74% R$ 54,00
  • Embraer (EMBR3) -2,03% R$ 9,18

Relacionados:

► Líder do governo no Congresso diz que teto de gastos não será alterado► Rede D'Or precifica ação em IPO a R$ 57,92 e pode levantar R$ 11,4 bilhões

Leia mais: