clique para ir para a página principal

Acusado de monopólio ilegal, Facebook pode ser forçado a vender Instagram e WhatsApp

Atualizado em -

Acusado de monopólio ilegal, Facebook pode ser forçado a vender Instagram e WhatsApp Facebook | Divulgação
► Departamento de Justiça dos EUA abre processo antitruste contra Google► Ações estrangeiras são liberadas para pequenos investidores na B3

O Facebook pode ser forçado a vender o WhatsApp e o Instagram após a Comissão Federal de Comércio (FTC) dos Estados Unidos e praticamente todos os estados americanos processarem a empresa de mídia por adotar a estratégia de comprar empresas concorrentes que ameacem o seu monopólio.

A entidade diz que o Facebook, em vez de competir, resolveu comprar os seus potenciais concorrentes. O Instagram foi comprado em 2012 por US$ 1 bilhão e o WhatsApp foi adquirido em 2014 por US$ 19 bilhões. O processo ainda acusa o Facebook de impor condições anticompetitivas aos desenvolvedores de softwares, que só poderiam acessar os padrões de programação (API) da rede se não criassem recursos concorrentes.

“Por quase uma década, o Facebook usou seu domínio e poder de monopólio para esmagar rivais menores e eliminar a concorrência, tudo às custas dos usuários comuns”, disse, segundo a Reuters, a procuradora-geral de Nova York, Letitia James, em nome da coalizão de 46 estados, Washington, DC e Guam. Alabama, Geórgia, Carolina do Sul e Dakota do Sul não participaram da ação.

Além de solicitar que o Facebook se desfaça das aquisições, o FTC quer exigir que a companhia solicite aviso prévio e aprovação para fusões e aquisições no futuro, além de proibir a empresa de impor condições anticompetitivas aos desenvolvedores de software.

No mês passado, o Facebook informou que estava comprando por US$ 1 bilhão a Kustomer, uma startup de atendimento ao cliente, e o Giphy, site de criação de peças animadas.

Relacionados:

► Departamento de Justiça dos EUA abre processo antitruste contra Google► Ações estrangeiras são liberadas para pequenos investidores na B3

Leia mais: