clique para ir para a página principal

Governo chinês intensifica suporte fiscal visando nova estratégia econômica

Atualizado em -

Governo chinês intensifica suporte fiscal visando nova estratégia econômica KHH 1971/Getty Images
► Demanda da China por minério de ferro brasileiro cai em novembro; no ano as exportações cresceram► Depois de 10 dias seguidos de valorização, minério de ferro chega a maior resultado desde 2013

A China vai fortalecer o suporte fiscal para a adoção de uma nova estratégia que faça com que sua economia seja baseada principalmente na demanda doméstica. Segundo o ministro das Finanças, Liu Kun, nessa nova estratégia o foco vão ser as cadeias de oferta e inovação.

Foi apresentada uma estratégia de dupla circulação na qual a circulação doméstica, que trata do ciclo interno de produção, distribuição e consumo, que é sustentado por inovação e melhorias na economia, vai ser o principal fator para a nova fase do desenvolvimento econômico.

“A política fiscal tem a vantagem de otimizar a alocação de recursos e promover ajustes estruturais”, comentou o ministro em um artigo no site do Ministério das Finanças.

O governo chinês vai adotar medidas para que o consumo doméstico seja impulsionado. Essa estratégia vai incluir a expansão do consumo público e o aumento das importações de bens de alta qualidade.

Liu ainda ressaltou que a política fiscal também vai ser direcionada para sustentar a inovação tecnológica, já que algumas tecnologias importantes ainda são controladas por outros países.

Relacionados:

► Demanda da China por minério de ferro brasileiro cai em novembro; no ano as exportações cresceram► Depois de 10 dias seguidos de valorização, minério de ferro chega a maior resultado desde 2013

Leia mais: