clique para ir para a página principal

B3 divulga segunda prévia do Ibovespa e demais índices

Atualizado em -

B3 divulga segunda prévia do Ibovespa e demais índices Getty Images
► Calculadora de Renda Fixa da B3 passa a incluir CRIs► Novos investidores da B3 são jovens que começam com valores menores e visão de longo prazo

A B3 divulgou nesta quarta-feira (16) a segunda prévia do Índice Bovespa que vai virorar de 04 de janeiro até 30 de abril de 2021, com base no fechamento do pregão de 15 de dezembro de 2020. A carteira registra a entrada de Copel (CPLE6), Eneva (ENEV3), JHSF (JHSF3) e Unidas (LCAM3) totalizando 81 ativos de 78 empresas.

Os cinco ativos que apresentaram o maior peso na composição do índice foram:

  • Vale ON (11,224%)
  • Itauunibanco PN (6,895%)
  • Petrobras PN (5,915%)
  • B3 ON (5,523%)
  • Bradesco PN (5,241%)

Para conferir os demais ativos presentes na carteira do Ibovespa durante o período clique aqui.

Para efeitos de comparação, os ativos que apresentaram o maior peso na composição da carteira anterior do índice válida de 08 de setembro de 2020 a 30 de dezembro de 2020 foram: Vale ON (10,460%), Itauunibanco PN (6,379%), Petrobras PN (5,623%), B3 ON (5,329%) e Bradesco PN (5,030%).

A B3 divulga regularmente três prévias das novas composições dos índices: a 1ª prévia, no primeiro pregão do último mês de vigência da carteira em vigor; a 2ª prévia, no pregão seguinte ao dia 15 do último mês de vigência da carteira em vigor e a 3ª prévia, no penúltimo pregão de vigência da carteira em vigor.

Para o IBRA, entraram JPSA3 (JEREISSATI ON), MTRE3 (MITRE REALTY ON), LJQQ3 (QUERO-QUERO ON), RCSL4 (RECRUSUL PN), UNIP6 (UNIPAR PNB), CCPR3 (CYRE COM-CCP ON), ROMI3 (INDS ROMI ON). Para baixar a lista completa de entradas e saídas dos outros índices da segunda prévia para janeiro de 2020 clique aqui.

Às 14h, o Ibovespa registrava queda de 0,37% aos 115.713 pontos.

Relacionados:

► Calculadora de Renda Fixa da B3 passa a incluir CRIs► Novos investidores da B3 são jovens que começam com valores menores e visão de longo prazo

Leia mais: