clique para ir para a página principal

Embraer consegue financiamento de R$ 3 bilhões para exportar aviões

Atualizado em -

Embraer consegue financiamento de R$ 3 bilhões para exportar aviões Divulgação
► XP lança primeiro ETF (GOLD11) vinculado ao ouro no Brasil► Mercedes-Benz fecha fábrica e deixa de produzir automóveis no país

A Embraer (EMBR3) conseguiu financiamento de R$ 3 bilhões do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) para exportação de aviões brasileiros pela empresa brasileira para a companhia aérea norte-americana United Airlines e para a arrendadora de aeronaves AerCap Holdings N.V., localizada na Holanda.

A United Airlines comprará aviões do modelo E175, que pertence à primeira família E-jets. O E175 é líder de vendas no segmento e tem capacidade para transportar até 88 passageiros. Já a AerCap Holdings N.V. comprará aeronaves E195-E2, o maior e mais recente modelo da geração E2.

Segundo o BNDES, os recursos do financiamento serão desembolsados em reais para a Embraer e serão pagos pelas empresas compradoras em dólares.

"Isso significa a entrada de divisas no país, a partir do apoio ao desenvolvimento industrial e à exportação de produtos nacionais de alto valor agregado", informa o BNDES em comunicado.

Expectativas

Em documento divulgado no início de dezembro, a Embraer mostrou suas projeções para o futuro após a crise causada pela pandemia de coronavírus. Como o Mercado1Minuto mostrou aqui, a companhia estima que o tráfego global de passageiros deve voltar ao patamar de 2019 em 2024, ficando, porém, 19% abaixo do volume previsto anteriormente para até 2029.

Resultados

No terceiro trimestre deste ano, a Embraer registrou prejuízo líquido de R$ 649 milhões no período, valor que representa mais do que o dobro do registrado no mesmo trimestre de 2019, quando a empresa teve prejuízo líquido de R$ 314,4 milhões. O prejuízo acumulado no ano é de R$ 3,6 bilhões, 703,5% maior do que o registrado no mesmo período de 2019, quando a perda era de R$ 449 milhões.

Relacionados:

► XP lança primeiro ETF (GOLD11) vinculado ao ouro no Brasil► Mercedes-Benz fecha fábrica e deixa de produzir automóveis no país

Leia mais: