clique para ir para a página principal

Heineken vai investir R$ 1,8 bi em cervejaria em MG, afirma governo

Atualizado em -

Heineken vai investir R$ 1,8 bi em cervejaria em MG, afirma governo Divulgação/Heineken
► Mercado de cerveja sente a crise do coronavírus, mas espera resultados positivos nos próximos meses► CVC vai transferir Almundo Brasil para a Submarino Viagens

O grupo Heineken anunciou nesta sexta-feira (18) a construção da sua primeira cervejaria em Minas Gerais, um investimento de R$ 1,8 bilhão, afirmou o governo do Estado. A nova unidade ficará em Pedro Leopoldo, região metropolitana de Belo Horizonte, e será focada em rótulos premium, como Heineken, Amstel e Devassa.

"A chegada de uma grande empresa como o Grupo Heineken em Pedro Leopoldo é uma ótima notícia para Minas Gerais. Serão mais investimentos e empregos para os mineiros, algo que nosso governo tem se esforçado muito tornar possível”, diz o governador Romeu Zema em nota.

Em comunicado à imprensa, a companhia não citou o valor do investimento, porém afirmou que assinou com representantes do governo mineiro um "protocolo de intenções" para a construção de uma cervejaria no Estado.

“A localização é estratégica para a companhia, uma vez que a região sudeste é extremamente importante para o crescimento das categorias premium e mainstream”, afirmou afirma Maurício Giamellaro, presidente da companhia no Brasil, no comunicado.

Ainda segundo a empresa, novas informações sobre o investimento serão anunciadas em 2021. Caso se confirme, esta seria a 16ª cervejaria da Heineken no Brasil e deve gerar mais de 300 empregos diretos. Atualmente a empresa possui mais de 13 mil colaboradores no país, sendo a segunda maior produtora de cerveja do Brasil.

O portfólio de cervejas do grupo é composto por Heineken, Sol, Amstel, Kaiser, Bavaria, Eisenbahn, Baden Baden, Devassa, Schin, Glacial, No Grau e Kirin Ichiban. O portfólio de não alcoólicos inclui Água Schin, Schin Tônica, Skinka e os refrigerantes Itubaína, Viva Schin e FYs.

Relacionados:

► Mercado de cerveja sente a crise do coronavírus, mas espera resultados positivos nos próximos meses► CVC vai transferir Almundo Brasil para a Submarino Viagens

Leia mais: