clique para ir para a página principal

Comissão Europeia autoriza uso da vacina da Pfizer/BioNTech contra a Covid-19

Atualizado em -

Comissão Europeia autoriza uso da vacina da Pfizer/BioNTech contra a Covid-19 Dado Ruvic/Reuters
► STF decide que vacinação contra a Covid-19 deve ser obrigatória e autoriza sanções► Suíça é primeiro país a autorizar uso padrão da vacina da Pfizer/BioNTech

A Comissão Europeia aprovou, nesta segunda-feira (21), a utilização da vacina da Pfizer/BioNTech contra o novo coronavírus horas após a EMA (Agência Europeia de Medicamentos) também liberar imunizante. Com a decisão, os países membros do bloco planejam começar a imunização no domingo (27).

"Hoje nós adicionamos um importante capítulo à história de sucesso europeia, ao tornar disponível a primeira vacina contra a Covid-19 para os europeus. Mais está por vir. Ela [vacina] estará disponível para todos os países da União Europeia ao mesmo tempo, nas mesmas condições", afirmou a presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen, em pronunciamento.

A representante da comissão afirmou ainda que os primeiros carregamentos da vacina serão entregues pela fábrica da Pfizer em Puurs, na Bélgica, "nos próximos dias". "Esta é uma maneira muito boa de encerrar este ano difícil e finalmente começar a virar a página da covid-19", afirmou a presidente da Comissão Europeia.

Desde meados de outubro, a Europa voltou a sofrer com a segunda onda da Covid-19. O continente já tem mais de 23,8 milhões de casos confirmados desde o início da pandemia e 526 mil mortes, segundo dados da OMS (Organização Mundial da Saúde).

A União Europeia tem um acordo com a Pfizer/BioNTech para compra de 200 milhões de doses da vacina contra o novo coronavírus, além de uma opção de mais 100 milhões.

Relacionados:

► STF decide que vacinação contra a Covid-19 deve ser obrigatória e autoriza sanções► Suíça é primeiro país a autorizar uso padrão da vacina da Pfizer/BioNTech

Leia mais: