clique para ir para a página principal

Desemprego atinge 14,1 milhões no trimestre encerrado em outubro, informa IBGE

Atualizado em -

Desemprego atinge 14,1 milhões no trimestre encerrado em outubro, informa IBGE Arquivo/Agência Brasil
► Com forte impacto da soja, IGP-M varia 0,96% em dezembro; no ano, alta acumulada é de 23,14%► Confiança no setor de serviços apresentou recuperação em dezembro, aponta FGV

A Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD), divulgada nesta terça-feira (29) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), informou que a população que procurou trabalho e não encontrou no trimestre encerrado em outubro cresceu para 14,1 milhões, 7,1% a mais que nos três meses finalizados em julho.

A alta acrescentou 931 mil à população desocupada e fez a taxa de desocupação aumentar 0,5 ponto percentual, chegando a 14,3%. Segundo o IBGE, a população ocupada também cresceu no trimestre encerrado em outubro, chegando a 84,3 milhões. Esse contingente representa 48% das cerca de 175 milhões de pessoas em idade de trabalhar no país.

Além da desocupação, o instituto mede a subutilização da força de trabalho, que considera também pessoas que estavam disponíveis e gostariam de ter trabalhado mais horas naquele período. A taxa de subutilização caiu 0,7 ponto percentual no trimestre encerrado em outubro e chegou a 29,5%, somando 32,5 milhões de pessoas.

Ainda segundo a pesquisa, a população desalentada permaneceu em 5,8 milhões de pessoas, sem alterações significativas em relação ao trimestre anterior. Os desalentados são os trabalhadores desempregados que desistiram de procurar emprego e não são incluídos na taxa de desocupação.

O rendimento médio real habitual dos trabalhadores não teve variação significativa no trimestre analisado e ficou em R$ 2.529, o que representa um aumento de 5,8% em relação ao mesmo período de 2019. Apesar disso, a massa de rendimento real habitual de todos os trabalhadores caiu 5,3% na comparação interanual e atingiu R$ 207,9 bilhões.

Relacionados:

► Com forte impacto da soja, IGP-M varia 0,96% em dezembro; no ano, alta acumulada é de 23,14%► Confiança no setor de serviços apresentou recuperação em dezembro, aponta FGV

Leia mais: