clique para ir para a página principal

Para 2021: boas notícias

Atualizado em -

Para 2021: boas notícias Freepik

Janeiro é sempre um mês para refletir sobre o que passou e projetar os passos para o ano que chegou. Se, por um lado, tivemos um 2020 marcado por uma pandemia sem precedentes, vemos a esperança de uma vacina surgir para resgatar sonhos em 2021.

Para os brasileiros, o ano foi desafiador. Com a pandemia global decretada em março, a vida virou do avesso com medidas de isolamento social, fechamento de escolas, comércios e empresas. Passamos por dificuldades, sim, mas também levamos lições valiosas para a vida. Aprendemos a valorizar os momentos, as pessoas e coisas simples como um jantar em casa. Descobrimos novos talentos, estudamos e buscamos novas direções.

Para quem fez home office, uma nova descoberta: é possível montar um escritório em casa e entregar resultados mesmo sem sair do seu quarto. Para quem continuou se deslocando até o trabalho, outra lição: somos essenciais para que o país continue funcionando.

Para os investidores, o ano foi cheio de novidades. A Covid-19 mexeu com os mercados, mas o empenho de diversos países em dar a volta por cima deixou no ar um clima de otimismo. Um fato inédito mostrou que temos uma capacidade maior do que imaginávamos: nunca houve, na história, o empenho de tantos profissionais unidos em torno de uma vacina que possa vencer um vírus. Em várias partes do mundo, cientistas, médicos, pesquisadores… milhões de profissionais se mobilizaram em conjunto para imunizar o mundo.

Na primeira semana de dezembro, uma ótima notícia: o Reino Unido foi o primeiro país a começar a aplicação de uma vacina contra a Covid-19. Por lá, idosos e profissionais de saúde estão na frente da fila. Por aqui, quando a imunização começar, esses grupos também devem ter prioridade.

O Ibovespa oscilou fortemente durante todo o ano e, mesmo chegando a afundar com os seis circuit breaks acionados no primeiro semestre, o índice se recuperou e ultrapassou os 100 mil pontos novamente. Para o banco norte-americano Goldman Sachs, o principal índice brasileiro deve atingir os 125 mil pontos em 2021.

Também no mercado financeiro, destaque para a B3, que cresceu, inovou e popularizou a lista de ativos listados na bolsa para qualquer tipo de investidor (BDRs, ETFs, fundos de investimentos, entre outros). Grandes companhias como a Petz, o Grupo Mateus e a Rede D’Or decidiram entrar de vez na bolsa - com IPOs bilionários - e abrir seu capital para que os brasileiros também se tornem ‘donos’ do negócio.

O interesse do brasileiro pelos investimentos aumentou e o próximo ano deve ser marcado por uma entrada ainda mais forte de investidores na bolsa de valores. Em setembro, a bolsa atingiu a marca recorde de 3 milhões de investidores pessoa física e os números devem continuar subindo.

No cenário político, eleições americanas terminaram com a vitória do democrata Joe Biden e contestações por parte do atual presidente, Donald Trump, acerca da confiabilidade da contagem de votos. Passada a dor de cotovelo do derrotado, o mercado financeiro já vislumbra a possibilidade de um cenário político mais estável e o fim do arrefecimento das barreiras econômicas dos EUA com outros países em todo o globo.

No Brasil, milhões de reais foram gastos para combater os impactos do coronavírus. Medidas governamentais como o auxílio emergencial e a flexibilização da jornada de trabalho nas empresas para evitar demissões tentaram conter a queda da economia. O resultado do esforço pode estar surgindo no horizonte: o Produto Interno Bruto (PIB) cresceu 7,7% no terceiro trimestre de 2020 quando comparado com o trimestre anterior.

O Mercado1Minuto buscou informar sempre com qualidade ao longo de todo o ano e vai continuar fazendo isso em 2021. Nosso propósito é valorizar o seu tempo, criar uma relação de confiança e trabalhar para que você tenha acesso ao que há de mais importante de forma prática, rápida e objetiva.

Acreditamos que muitas mudanças positivas aconteceram em 2020 e que muito mais está por vir. Seguiremos juntos em 2021.

Feliz ano novo!

Relacionados:

Leia mais: