clique para ir para a página principal

Ganhos em ações colaboram para índice de blue-chips da China ter melhor resultado em 13 anos

Atualizado em -

Ganhos em ações colaboram para índice de blue-chips da China ter melhor resultado em 13 anos Envato
► Preço do minério de ferro é impactado por plano da China de reduzir produção de aço ► China fecha dezembro com PMI em 51,9 pontos

Nesta quarta-feira (6), o índice de blue-chips da China fechou em seu nível mais alto no período de 13 anos, depois de cinco aumentos seguidos. Esse resultado foi alcançado por uma expectativa dos investidores de que o governo mantenha as medidas de combate a pandemia de Covid-19.

Os subíndices de dos setores bancários, de saúde, financeiro e de consumo básico lideraram as altas. No subíndice do setor bancário o aumento foi de 2,38%, no de saúde a alta foi de 1,82%, no financeiro o ganho foi de 1,62% e no consumo básico o crescimento foi de 1,25%.

O índice CSI300, em que são registradas as maiores companhias de Xangai e Shenzhen, aumentou 0,92%. Já o índice SSEC registrou alta de 0,62%.

Com a alta de 0,92%, o índice CSI300 chegou a 5.417 pontos e o índice SSEC com o ganho de 0,63% foi para 3.550 pontos.

Alguns outros índices que fecharam em alta foram: o índice HANG SENG, em Hong Kong, aumentou 0,15% e chegou a 27.692 pontos e o índice STRAITS TIMES, em Cingapura, que teve alta de 0,12% e ficou com 2.863 pontos.

Em contrapartida, o índice Nikkei, em Tóquio, teve baixa de 0,38% e fechou com 27.055 pontos e o índice KOSPI, em Seul teve redução de 0,75%, ficando em 2.968 pontos. Com baixa de 0,11%, o índice TAIEX, em Taiwan, chegou a 14.983 pontos e com redução de 1,12%, o índice S&P/ASX 200, em Sydney, fechou em 6.607 pontos.

Relacionados:

► Preço do minério de ferro é impactado por plano da China de reduzir produção de aço ► China fecha dezembro com PMI em 51,9 pontos

Leia mais: