clique para ir para a página principal

Uso emergencial de vacina da Moderna é autorizado pela Agência Europeia de Medicamentos

Atualizado em -

Uso emergencial de vacina da Moderna é autorizado pela Agência Europeia de Medicamentos  Joseph Prezioso / AFP
► Moderna prevê produção de 100 milhões de doses a mais de vacina contra Covid-19 em 2021► Governo de SP pedirá uso emergencial da CoronaVac; Vacina indiana será vendida a outros países

A Agência Europeia de Medicamentos (EMA) aprovou nesta quarta-feira (6) o uso emergencial da vacina contra a Covid-19, que foi produzida pela Moderna. Agora, basta que a Comissão Executiva da União Europeia aprove o imunizante para que ele possa ser aplicado. Esse aval pode acontecer ainda hoje.

A vacina, que deve começar a ser aplicada em breve, vai ser a segunda aprovada pela União Europeia (UE). A primeira foi a da Pfizer em parceria com a BioNTech, que já está sendo aplicada desde o dia de 27 de dezembro.

A vacina da Moderna foi testada em 30.400 voluntários, apresentou eficácia de 94,1% e tem aprovação para uso em maiores de 18 anos (2 a mais que a da Pfizer). As duas vacinas também têm critérios de armazenamento diferentes. O imunizante da Pfizer deve ficar em -70°C, já o da Moderna em -20°C. Ambas vacinas contam com moléculas de mRNA (ácido ribonucleico mensageiro) e têm de ser aplicadas em duas doses.

Os líderes da União Europeia vêm sofrendo fortes cobranças e pressão pela aprovação e aplicação rápida da vacina contra a Covid-19. A presidente da União Europeia, Ursula von der Leyen, comentou sobre o trabalho que vem sendo feito pelo bloco.

Através de um comunicado, o diretor executivo da EMA, Emer Cooke, ressaltou o papel da agência em monitorar os resultados da vacina.

“Vamos monitorar de perto os dados sobre a segurança e eficácia da vacina para garantir a proteção contínua do público da UE. Nosso trabalho sempre será pautado pelas evidências científicas”, afirmou o diretor.

Relacionados:

► Moderna prevê produção de 100 milhões de doses a mais de vacina contra Covid-19 em 2021► Governo de SP pedirá uso emergencial da CoronaVac; Vacina indiana será vendida a outros países

Leia mais: