clique para ir para a página principal

Cemig aproveita anúncio de IPO da Light para vender suas ações da companhia elétrica

Atualizado em -

Cemig aproveita anúncio de IPO da Light para vender suas ações da companhia elétrica Divulgação/Cemig
► Iguá Saneamento segue processo de IPO e pode movimentar R$ 1,6 bilhão► Agrogalaxy protocola pedido de registro para IPO

A Cemig (CMIG3) divulgou ao mercado e aos seus acionistas nesta quinta-feira (7) a venda de sua participação na companhia elétrica Light (LIGT3). O conselho administrativo da Cemig aprovou a negociação dos 22,7%, que corresponde 68.621.264 ações, que a companhia tinha de participação.

A estatal aproveitou para vender sua parte na Light, pois a companhia elétrica estava se preparando para fazer sua oferta pública de ações (IPO) de mais de R$ 3 bilhões. A empresa mineira pretende vender alguns ativos para reduzir suas dívidas.

A Light também divulgou nesta quinta-feira (7) que seu conselho de administração aprovou a realização da oferta pública primária e secundária de 137.242.528 ações ordinárias, nominativas, escriturais, de emissão da organização. A empresa pretende usar os recursos levantados para quitar débitos.

Desse montante de ações, na distribuição primária 68.621.264 novos papéis vão ser emitidos pela Light. Na distribuição secundária está a parte das ações detidas pela Cemig.

Com a pandemia da Covid-19 as ações da Light tiveram uma baixa de aproximadamente 70%, mas já se reestabeleceram e vão ser negociadas em níveis próximos ao de antes da crise.

Os bancos que ficarão responsáveis por coordenar a oferta da Light serão: Citi, BTG Pactual (BPAC11), Santander Brasil (SANB11), Itaú Unibanco (ITUB4) e XP (XP).

Relacionados:

► Iguá Saneamento segue processo de IPO e pode movimentar R$ 1,6 bilhão► Agrogalaxy protocola pedido de registro para IPO

Leia mais: